Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

27 dezembro 2010

Novo México estuda perdoar lendário Billy the Kid

O lendário caubói americano conhecido no mundo todo, e há várias gerações, como Billy the Kid (William Bonney)poderá receber nesta semana o perdão do Estado do Novo México, onde viveu. O pedido está nas mãos do governador Bill Richardson, que promete analisá-lo antes de deixar o cargo, no dia 31.
Quase 130 anos depois de sua morte, o maior mito do Velho Oeste gera polêmica porque continua dividido entre a fama de impiedoso matador e a de uma espécie de Robin Hood americano.
De um lado estão, principalmente, os distantes descendentes do xerife que Billy teria assassinado em 1878, William Brady, e do xerife que o assassinou, dois anos mais tarde, Pat Garrett.
De outro estão pesquisadores como o criminalista Joel Jacobsen, autor de "Such Men as Billy the Kid" (algo como "Homens Como Billy the Kid").
Segundo ele, há evidências "fortes, mesmo irrefutáveis" de que, em 1879, o então governador Lew Wallace concordou em perdoar o caubói, que estava preso, em troca de seu testemunho em outro caso.
Os registros mostram que Billy serviu de testemunha, cumprindo a sua parte do acordo, mas o governador, não. "O fora-da-lei foi mais honrado", diz Jacobsen.
Billy aguardava julgamento pela morte do xerife Brady, a quem ele e seus amigos acusavam de corrupção por ter soltado capangas que mataram seu chefe a mando da elite da região.
Os mais ricos, acostumados a acossar pequenos produtores e comerciantes, teriam visto no chefe --e amigo'-- de Billy uma ameaça a seu monopólio.
O caubói foi solto mesmo sem o perdão formal, mas, dois anos depois, se viu à mercê da perseguição do xerife Garrett.Preso, ele escreveu ao menos quatro cartas ao governador, pedindo que ele fizesse valer o acordo, mas de nada adiantou. Foi condenado à forca.
Transferido de volta a Lincoln, onde iniciara carreira, ele conseguiu se livrar das algemas nas mãos e pés e fugir, matando dois policiais. Para Jacobsen, a fuga mostra que Billy contava com grande apoio entre a população.
"E os assassinatos ocorreram depois que o governador quebrou sua promessa. Se ele a tivesse mantido, esses dois policiais não teriam sido mortos", completa a advogada Randi McGinn, 55, que cresceu perto de Lincoln e é a autora do pedido de perdão.
"Ouvi a história de Billy a vida toda e nunca soube do acordo. Normalmente, são descendentes que movem pedidos de perdão póstumos, mas Billy não possui herdeiros legítimos. Daí, me voluntariei", ela explica.
"Quando o governador promete retirar acusações em troca de você arriscar sua vida para testemunhar, ele precisa manter a palavra."
VILÃO
Mas o neto do xerife Garrett, JP Garrett, diz que o personagem não passa de um "ladrão, mentiroso, aterrorizador de pessoas comuns e matador de policiais".
"O Kid era um notório fora-da-lei. Eu acho que Lew Wallace fez o que planejou, que era fazê-lo testemunhar e, daí, enforcá-lo", disse recentemente em entrevista ao britânico "Telegraph".
Para William Wallace, tataraneto do governador, a concessão do perdão equivaleria a tachar de "um mentiroso desonrado" o seu célebre ancestral, que serviu como general na Guerra Civil.
"O que houve foi que os poderosos ganharam. E foram eles que escreveram a história de Billy the Kid, deixando-o muito mais perigoso do que ele realmente era", argumenta McGinn.
"Muito do que se sabe sobre ele não é verdade. O número de assassinatos que ele cometeu, por exemplo, é cerca de metade do que se diz na internet."
De acordo com a advogada, das 20 a 21 mortes de que ele costuma ser culpado, só quatro foram comprovadas, incluindo as dos policiais.
Há outras cinco, reações à morte do chefe, que podem ter sido cometidas por aliados de Billy e atribuídas a ele por engano. McGinn destaca que, mesmo que Billy seja o autor dessas mortes, elas somariam, no máximo, nove.
"Claro que ainda é muito para alguém com 20 anos, mas eram tempos diferentes", justifica.
TRAJETÓRIA
18 Fevereiro 1878 – Gangue supostamente ligada aos mais ricos mata um rancheiro amigo de Billy, então com 19 anos.
Março 1878 – Billy forma uma quadrilha, os “Reguladores”, para vingar o assassinato
01 Abril 1878 – O júri é adiado, e o xerife é morto. Billy é apontado culpado e preso.
Fevereiro 1879 – O governador Lew Wallace se reúne com Billy e concorda em inocentá-lo em troca de testemunho em outro caso.
23 Março 1879 – Policiais prendem Billy sob o argumento de mantê-lo em segurança para o depoimento. Ele cumpre a promessa e é solto, mas jamais recebe o perdão.
1879-1880 – Billy vive pacificamente em um rancho de Portales.
13 Dezembro 1880 – Billy vê sua fama crescer, e Wallace oferece uma recompensa de US$ 500 pelo “Billy the Kid”.
24 Dezembro 1880 – O xerife Pat Garret persegue Billy mesmo fora de sua jurisdição e o prende. Ele recebe a recompensa.
Janeiro-Março 1881 –Da cadeia, Billy escreve quatro cartas ao governador, lembrando o acordo e reclamando dos policiais, que cobram ingresso de quem quer vê-lo preso.
08 Abril 1881 – Billy é julgado e condenado à morte por enforcamento.
28 Abril 1881 – O xerife viaja, e Billy recebe uma arma na prisão: mata dois policiais e foge. Ajudado pela população, passa semanas desaparecido.
13 Julho 1881 – Billy the Kid com 22 anos é morto a tiros pelo xerife Garrett
Para os estudiosos, pesquisadores, escritores, Billy the Kid, culpado ou inocente sempre será uma lenda, uma figura real e mítica que fez parte da história da América em uma época em que já existia a corrupção por posses e poder no Velho Oeste.

GABRIELA MANZINI DE SÃO PAULO
COMPILAÇÃO DE EDELZIO SANCHES

Um comentário:

  1. oi E.Sanches =)
    muito obrigada pela visita ao meu blog, o Don't panic
    sabe, conheço muito pouco de bang bang, hehe, mas lendo entrevistas do tarantino (que adoro) acabei por influência dele baixando o tres homens em conflito do leone e me encantei, aí ouvi falar do keoma, qdo assisti fiquei maravilhada e pensei, tenho que mostrar isso pra quem não conhece \o/
    e gosto mesmo de pesquisar sobre cada filme que posto, porque blog só com o poster e os links tem de montão, né, e também só posto filme que recomendo, não vejo sentido em postar um filme que eu mesma não assistiria, hehe
    agora vou vir aqui mais vezes, pra aprender, isso de que menina não gosta de bang bang é mentira =D
    e um feliz 2011 pra todos nós \o/

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: