Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

15 janeiro 2019

A Cólera de Trinity * Inédito no Brasil "La Cólera del Viento" (1970) [Subtitle/Legenda ptbr.str.] Exclusiva Especial Brasil


A Cólera de Trinity - Brasil
Non Perdono Nessuno - Itália
La Cólera de viento - Chile
La cólera del viento - Espanha
Mission hævn - Dinamarca
Banditten med de blå øjne - Dinamarca
Revenge of Trinity - Noruega
Korppikotkat odottavat... - Finlândia
Trinita voit rouge - França
I ekdikisi tou Trinita - Grécia
Trinita: Me to pistoli mou anoigo tafous - Grécia
Sfaires ston ilio, orgi ston anemo - Grécia
A szél dühe - Hungria
A Cólera do Vento - Portugal
Pomstitel' Trinity - Eslováquia
Jeza vetra - Eslovênia
Trinitys hämnd - Suécia
Våldets skördar - Suécia
Trinity Sees Red - USA
The Wind's Fierce - USA
Der Teufel kennt kein Halleluja - Alemanha
Bes na vetrot - Yuguslávia
The Wind's Anger - USA


Produção: Itália e Espanha 04 de Dezembro de 1970
Direção: Mario Camus   
Escrito: Manolo Marinero, Mario Camus              
Mario Cecchi Gori, José Vicente Puente,               
Miguel Rubio, Alberto Silvestri e Franco Verucci  
Duração: 102 minutos/93
Música: Augusto Martelli             
Fotografia: Roberto Gerardi       
Edição: José Luis Matesanz         
Direção de arte: Antonio Cortés               
Locações: Almonte, Huelva, Andalucía, Espanha
Co Produção: Cesáreo González Producciones Cinematográficas e Fair Film
 



Terence Hill - Marco
Maria Grazia Buccella - Soledad
Mario Pardo - Jacobo
Máximo Valverde - Ramón
Carlo Alberto Cortina (Berto Cortina) - Agitador
Ángel Lombarte - José/Ferreiro
William Layton - Don Lucas
Manuel Alexandre - Agustín
Carlos Otero - Professor Tonio
Andrés Resino - Carlos
Manuel de Blas - Rafael
Fernando Sánchez Polack - Pedro/Hotel
José Manuel Martín - García
Fernando Rey - Don Antonio
Cris Huerta - Padre assassinado


Este é um Western ambientado em Valência na Espanha, no final do século XIX no qual apresenta Marco (Terence Hill) como um pistoleiro enigmático, silencioso e frio. O vilão é o senhorio e aristocrata local, Don Antonio (Fernando Rey), que maltrata os trabalhadores de sua comunidade e explora terras de seus antepassados.

Conflitos pelo tratamento escravo dado aos agricultores envolvem a parte política na história. Don Antonio tem dois filhos: Carlos, um jovem consciente dos desmandos do pai e outro, Don Ramón, que promove a violência com o seu bando de bêbados e inescrupulosos e tem o aval do pai para tais atitudes deixando a população com medo.


Esse filme também é conhecido como "A vingança de Trinity" (Revenge of Trinity) e está incluído em u box de seis discos 'The Trinity Collection', lançados na Austrália. Uma bela trilha sonora elaborada por um velho maestro conhecido dos filmes de Trinity é bem conduzida e editada ao filme.

Augusto Martelli compôs e interpreta a cação "Free". Mario Camus conta uma história de crescente conscientização social quando o assassino profissional Marco chega à cidade, pago para atirar em um homem que quer começar uma revolução. Observando seu patrão, Don Antonio, reprimindo a classe trabalhadora, Marco logo lamenta o que fez e se une à revolução.


Em nome do drama, há uma bela dama por quem se apaixona e um amigo "Jacoco" (Mario Pardo), criados juntos em um orfanato e quase um irmão como se refere a ele.
Jacobo não entende a sua mudança de motivação e revolta-se contra Marco.
Pode não ter sido extraordinário em 1970, mas certamente é um sólido trabalho inicial de seu diretor assim como trabalhos de Damiano Damiani e Sergio Sollima.

Todos bons atores que ajudam a segurar uma boa história. O título original em espanhol "La Colera del Viento" significa "A Ira do Vento", e como Don Lucas cita a passagem bíblica: "Porque semearam o vento, e ceifarão o redemoinho" (Oséias 8,7) no diálogo , a conexão parece clara.


No entanto, na maioria dos países, os distribuidores preferiram títulos semelhantes às bem sucedidas comédias "Trinita ou Trinity" com Terence Hill e esta frase em algumas versão dubladas nem aparece no filme. No Brasil aproveitando-se também o sucesso da série, foi intitulado de "A Cólera de Trinity", embora "La Colera del Viento" dificilmente seja destinado ao público do Western Espaghetti.

A versão em espanhol restaurada para o DVD roda 102 minutos em vez de 93 como na italiana, devido normas de cinema exigidas na época, mas aqui aparentemente não foi uma questão de censura, e apenas algumas cenas de diálogo foram encurtadas.

Particularmente assisti as duas versões e achei que elas influenciaram na história, portanto aconselho a assistirem esta versão longa para não serem decepcionados.


O filme tem um ritmo lento e um clima sombrio mas a mensagem é firmemente transmitida ao espectador. Não se iluda na esperança de encontrar-se com o divertido Trinity das comédias.

Este está mais próximo de "Viva Django", em um clima mais sério. Curiosidade é uma cena de amor entre Marco (Terence Hill) e Soledad (Maria Grazia Buccella) filmada nas areias da desértica praia de Matalascañasem em que se percebe um sol escaldante, sem nenhuma necessidade desse sofrimento e uma outra cena que através de pesquisa, soube que ela deve ser mais longa e foi cortada desta versão estendida.

É a cena da disputa da jovem empregada Maria entre Ramón e Rafael em um jogo de tiro ao alvo a um candelabro de três velas. Não sei se esta cena existiu mesmo, mas aqui nesta versão ela é concluída perfeitamente.


Percebi que no Brasil não havia uma versão legendada em português desta versão com áudio Espanhol “estendida e original” e resolvi traduzi-la e disponibilizá-la exclusivamente neste blog para que os fãs possam conhecer mais esta joia com Terence Hill inédito no Brasil. O filme pode ser baixado pelo Torrent que está na pasta das Subtitles RAR.


27 dezembro 2018

Don Camillo [1984] - Especial Brasil - Subtitle/Legenda Str Exclusiva


Don Camillo - Brasil/Portugal/ Dinamarca/França/Hungria
Дон Камило - Bulgária
Keiner haut wie Don Camillo - Alemanha
Don Camilo - Espanha
Don Camillo - veijari vai pyhimys? - Finlândia
Allou o papas... ki allou ta rasa tou! - Grécia
Don Camillo slaat door - Holanda
El mundo de don Camilo - Peru
Дон Камилло - Rússia
The World of Don Camillo - USA

Produção: 04 de maio de 1984
Direção e Produção: Terence Hill             
Escrito:  Giovanni Guareschi e Lori Hill
Música: Pino Donaggio
Fotografia: Franco Di Giacomo  
Duração:126 minutos
Edição: Jack Fitzstephens e Camilla Toniolo         
Coordenação de Dublês: Sal Borgese
Supervisão de Edição: Eugenio Alabiso
Maestro: Natale Massara
Locações: Brescello,Reggio Emilia, Emilia-Romagna, Itália
Co Produção: Paloma Films,Paloma Productions


Terence Hill -Don Camillo
Colin Blakely - Peppone
Mimsy Farmer - Jo Magro
Andy Luotto - Smilzo
Lew Ayres - Doc
Sam Whipple - Gigio
Joseph Ragno -  Brusco
Jennifer Hingel - Lilly
Franco Diogene (Frank Diogene) - Binella
Allan Arbus - Voz de Cristo
Ross Hill - Magrino
Cyril Cusack - Bishop
Lorenza Residori - Gabriella
Silvia Umbrinozzi - Nina
Siria Betti - Nicolina
Jess Hill -  Phantom
Giovanni Bagassi – Filho de Peppone
Ernesto Poli - Monsenhor
Giuseppe Pedersoli – Membro na festa


Um remake dos anos cinquenta estrelado pelo ator francês Fernand Joseph Désiré Contandin “Fernandel”. É simplesmente um filme divertido e emocionante sobre um padre apto e atípico contra as políticas corruptas de um prefeito mesquinho e desonesto!

Eles discutem, brigam e eventualmente reúnem o maior número possível de crianças locais para resolver suas diferenças por meio de uma partida de futebol.

O jogo se transforma em um clímax inesquecível, com os meninos da igreja, os “Anjos” em azul e as crianças da prefeitura, os “Demônios” em vermelho, e terminando em uma gigantesca luta entre todos debaixo de uma tremenda chuva.


Além do jogo de futebol, existem numerosas sequências e situações constrangedoras e engraçadas em que o padre se envolve. Uma delas é autorizar as crianças a patinarem no interior da igreja por ter o melhor piso para a prática do esporte na cidade, secretamente escondidos do bispo.

Terence Hill simplesmente interpreta o padre que todos queriam ter. O mais legal de todos os tempos! Ele dirige pela cidade em uma bicicleta, tem um cachorro e literalmente fala com Deus por meio de uma velha imagem de Cristo na Cruz.


Um filme dedicado ao seu amigo e diretor Giuseppe Colizzi.
Ao princípio o ator cubano Tomas Milian fora cogitado para interpretar o padre Don Camillo.

Terence Hill demonstra mais uma vez o seu talento para dirigir.

A trilha sonora feita com Pino Donaggio e Natale Massara é sensacional. Temas melódicos em clima religioso que dão o tom na emoção e músicas alegres para as encrencas do Don Camillo.
Posso compartilhar a trilha sonora através de e-mail deixando um comentário no blog.

Um belo filme digno de uma Matinê dos anos 70 produzido nos anos 80.
Elaborei uma subtitle/legenda em Português do Brasil e outra Húngara sincronizadas para este vídeo disponível com áudio Espanhol disponível no Youtube e disponibilizo-a aqui para download para que os fãs possam assisti-lo e apreciar mais este grande sucesso do cinema europeu.


Don Camillo “Terence Hill” 1984 subtitle/Legenda STR Português e Húngaro 
para vídeo versão áudio espanhol 25fps Download”

12 novembro 2018

Ennio Morricone - L'estasi dell'Oro (In Concerto - Venezia 10.11.07) 



Fan Sergio Garcia com foto da cena de "The Good, the Bad and the Ugly"
em Burgos, Espanha no local original da locação no Cemitério de Sad Hill.

06 novembro 2018

Meu nome é Thomas 2018 [Il Mio Nome è Thomas] A volta de Terence Hill "Exclusivo Brasil"


Meu nome é Thomas - Brasil
Il mio nome è Thomas - Itália
La Chiamavano Maryam - Espanha
Mein Name ist Somebody - Zwei Fäuste kehren zurück - Alemanha
Nevem: Thomas: Hungria

Produção, Itália e Espanha, 19 Abril 2018
Direção: Terence Hill
Escrito: Terence Hill e Luisa Tonon
Fotografia: Roberta Allegrini
Música: Pino Donaggio
Duração: 96 minutos
Locações: Almeria, Andalucia, Espanha
Co Produção: Paloma 4, Paloma Productions,Vivi Film
Produzido: Jess Hill
Edição: Luca Benedetti    

Terence Hill - Thomas
Veronica Bitto - Lucia
Eva Basteiro-Bertoli - Médica
Francesca Beggio - Maria
Guia Jelo - Zia Rosario
Andy Luotto - Prévio
Giovanni Malafronte - Camareira
Matt Patresi - Max
Cinzia Susino - Médica navio


De Trinity, Django, Don Matteo, Don Camillo e tantos outros personagens do cinema italiano. Terence Hill vem com o seu novo e mais recente trabalho de certa forma homenageando ao amigo Bud Spencer falecido em [1929 * 2016].

“The Called Maryam” ou para os latinos será lançado como "Meu Nome é Thomas" [Il Mio Nome è Thomas] programado para 2018.

Está com 78 anos de idade, ainda indomável e com muitos projetos em andamento para o futuro. Após o seu retorno para a TV no papel do personagem Don Matteo, lança agora o seu mais novo longa filmado na Espanha relembrando as suas antigas locações onde trabalhou em vários Westerns Espaghettis que o consagrou mundialmente ao lado de Carlo Pedersoli [Bud Spencer].


Nascido em 1939, Venice, Veneto, Itália, Mario Girotti recebeu o pseudônimo de Terence Hill e em 29 de março completou 78 anos de idade.

Criado entre a Itália e a Alemanha, com olhos azuis e atlético, desempenhava bem qualquer papel no cinema, mas também os dramas de televisão, romances e musicais, mas foi mesmo após o filme "Deus Perdoa... Eu Não" um Espaghetti Western que Girotti teve a verdadeira virada na sua vida.
Conhecido agora como Terence Hill, explodia com o sucesso de Trinity e foi em meados de 1965 que conhece a sua esposa e seu amigo inesquecível Carlo Pedersoli mais conhecido com o nome artístico de Bud Spencer, "Bambino".


De 1957 a 1985 os dois atores deram vida a uma associação artística que deu vida a 16 filmes inesquecíveis lotando as salas de cinema nas matinês de todo o planeta.

Grande profissional, Terence Hill além de seus imortais personagens, esteve sempre atualizado e capaz de renovar-se, e que após ter feito tanto sucesso no cinema, acabou sendo também um ícone da televisiva italiana.

Terence Hill conseguiu conquistar o coração do mundo e da própria Itália com seus personagens e suas histórias. O ator declara que Don Matteo ainda está vivo e que planeja uma nova temporada para ele que pretende começar a rodá-la em maio de 2019.

Recentemente retorna agora como diretor, roteirista e ainda estrelou o filme intitulado "Meu Nome é Thomas", que deverá ser lançado em breve nos cinemas italianos e no mundo.

Quando Thomas leva sua moto Harley para os desertos da Espanha para um pouco de paz, solidão e contemplação, ele conhece Lucia, uma jovem em apuros. Apesar de suas travessuras serem constantemente perturbadoras, é através de seu espírito especial, em última análise, que ele encontra a iluminação que estava procurando.


Na sensacional trilha sonora consta uma música tema de Franco Micalizzi "The World Under My Shoes” em duas versões sendo uma instrumental e outra vocal interpretada por Albert Douglas Meakin e com os fantásticos assovios de Alessandro Alessandroni tendo como a base harmoniosa de Trinity.                             

Segundo as prévias da critica internacional: "esse filme é muito lento, mostrando Lucia como uma mulher não simpática e nem conseguimos uma resposta antecipada sobre o porque dela estar viajando e se comportar como uma menina infantil e atrevida e nem se consegue saber ao certo o porque Thomas precisou de quatro anos para começar a sua viagem.

Durante este passeio, vamos conhecer insetos, animais e pássaros do deserto que mostra a falta de orçamento para o filme e, finalmente, vemos também a abençoada Virgem Maria vestindo uma roupa branca no deserto e trazendo tendências religiosas.

O filme só deixa o público confuso e desapontado. Os melhores momentos deste filme são, quando Terence Hill nos dá momentos reminiscentes em seu trabalho com Spencer, por exemplo: a mini cidade do Velho Oeste no deserto, mas apenas alguns bons momentos não fazem um bom filme."

Um trabalho que poderia ditar um ritmo melhor que é o que os fãs de Hill sempre encontraram em seus filmes, mas o importante mesmo é saber que ele ainda está em plena saúde e terá ainda outras oportunidades de nos brindar com outros trabalhos, é o que todos esperamos.
Esperemos o lançamento deste filme para assistir e tirar nossas próprias conclusões. Vida longa à Terence Hill, o Trinity original.


Il Mio Nome è Thomas * Trailer Ofical do novo filme de Terence Hill 



Tema Musical "Il mio nome è Thomas" Lyrics

“The World Under My Shoes”
 New Team Music S.r.l. Lançado em 23 de Abril de 2018
Compositor e Arranjador: Franco Micalizzi
 Autor: Franco Micalizzi e Valentina Ducros
Intérprete: Albert Douglas Meakin e Alessandro Alessandroni
                             
Just packed my bags and took the right way,
I got the gist and now I know where I belong.
I love this world under my shoes,
the world under my shoes.

Of course, I look up to the sky, girl.
That's where I gaze at when my 
soul needs to believe.
But life's a teacher and I grew
in this world under my shoes.

Sun, wind or rain
Love is the way
Nothing's in vain
Even the pain can back away

So girl, don't cry, life's neverending,
the universe has given us a getaway.
'Cause resurrection is a claim
of soul that will remain.

I love to ride across the desert,
beside a river I feel life flow through my veins.

So let this freedom be my muse
like the world under my shoes.

Sun, wind or rain
Love is the way
Nothing's in vain
Even the pain can back away

Won't say that I don't feel afraid girl,
but love is stronger and I'm living day by day.
I swear to myself that's what I choose
like the world under my shoes.

Will pack my bags and take the right way,
let my heart lead me anywhere I see the truth.
I love this world under my shoes,
the world under my shoes.



Original Soundtrack  2018 
New Team Music, Italien

01. The World under my Shoes (Instrumental) 4:12
02. The World under my Shoes (vocal) 4:28