Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles/Legendas.

08 julho 2021

“Meu Corpo vai te Enterrar” (Il Mio Corpo vi Seppellirà) 2021 Subtitles/Legendas PTBR SRT para versão com áudio Italiano, EXCLUSIVA BRASIL


Meu Corpo vai te Enterrar - Brasil 
Il Mio Corpo vi Seppellirà - Itália 
My Body Will Bury You - English Title
Produção: Itália 12 Março de 2021 
Direção: Giovanni La Parola 
Escrito: Giovanni La Parola e Alessia Lepore 
Música: Francesco Cerasi 
Fotografia: Marco Bassano 
Duração: 115 minutos 
Co Produção: Cinemaundici e Ascent Film



Miriam Dalmazio - Errè
Antonia Truppo - Maria
Margareth Madè - Lucia
Rita Abela - Ciccilla
Giovanni Calcagno - Major Murat
Guido Caprino - Coronel Romano
Filippo Pucillo - Peppino
Simona Di Bella - Filomena
Gigio Morra - Don Masino
Luciano Scarpa - Major Cola
Gabriele Gallinari - Barone Giustino Fortunato
Domenico Centamore - Cagnazzo
Francesco Brandi - Fotografo
Giuseppe Schillaci - Rosario
Luca Carbone - Filopanti
Salvatore Ragusa - Pascale
Samuele Segreto  - Turi
Tac - Rosabella
Alberto Albertino - Sargento da Guada Nacional
Roberto Guccione - Rebelde/Brigante
Salvatore Sammatrice - Cocheiro de Barone
Nunzio Cappiello - Servidor do Barão na carroça
Gualtiero Burzi - Sargento Gamba
Giuseppe Colucci - Soldato executado
Emanuele Bovio - Sentinella das jaulas
Vincenzo Cramarossa - Segurança
Matteo Di Tullio - No campo com Ciccilla
Antonio Caporusso - Servidor de Don Masino
Antonio Scialpi - Notário de Don Masino
George Dawson - Sargento à cavalo
Giuseppe Nardone - Popolano
E com: Piergiuseppe Francione, Anna Chiara Colombo, Alessandro Lui, Toni Pandolfo, Fiodor Passeo, A.lfredo Li Bassi, Davide Ventola, Tino Calabrò e David Richard White.


Uma história de coragem e de luta por quatro jovens rebeldes: Maria, Lucia, Ceccila e Errè que formam um grupo de resistência à invasão de poderosos inescrupulosos em seu território na Itália. 

Muito sangue, violência, brutalidade em meio ao caos entre invasores e a resistência popular denominados de "Brigantes" ou Rebeldes traduzido na nossa adaptação. 


Em 1860, Garibaldi entrega o Reino das Duas Sicílias, governado pelos Bourbons à Vittorio Emanuele II. 

As tropas piemontesas invadem o campo siciliano e lutam contra o banditismo, consequência também da expropriação de terras realizada por "estrangeiros". 


Tanto os camponeses despossuídos quanto os ex-soldados Bourbon estão lutando contra as milícias do Norte, poucos meses após a unificação da Itália. 

Entre os ex-soldados Bourbon, um oficial, Murat, foi feito prisioneiro pelo piemontês liderado pelo sádico e racista coronel Romano, que o obrigou a ingressar no exército do rei invasor de Vittorio Emanuele II. 


Mas o coronel será ferido e aleijado por uma garota que sobreviveu a um ataque em sua vila e foi salva por um mascate alfaiate, curandeiro viajante que apelidou a sobrevivente de Errè. 


O coronel Romano instruirá Murat a encontrar Errè, que se juntou a um bando de rebeldes denominados de "Os Drude", e a matá-la em seu nome. 

 O filme tem uma boa ação, sonorização impecável, belas paisagens e belas atuações, mas a edição faz com que a história se torne um pouco confusa pelos flash backs que retornam e antecipam os fatos. 


Acho que se o roteiro seguisse uma linha do tempo natural, ficaria mais bem seqüenciado, mas enfim, essa foi uma opção dos diretores em contar a história e cabe a cada um tirar as suas conclusões. 

 Alguns detalhes também são complicados de entender por terem feito parte de um tempo em que hoje não temos muitas informações históricas da região, como exemplo: as moedas correntes da época, mas nada impede de entendermos e sabermos que a corrupção, a exploração de terras e escravidão de colonos sempre existiu em meio a esses conflitos por poder em qualquer parte do mundo. 


É um filme tenso, envolvente e empolgante e para quem gosta do estilo Tarantino, este é mais um bom ‘tira gosto’ e deve ser apreciado pelos fãs. 

Tendo em vista a não existência de uma subtitle/legenda SRT em algum idioma para esse filme e ele só existir com o áudio original italiano, elaborei uma tradução/adaptação/sincronização para o idioma português do Brasil e para que através dessa matriz, possa ser traduzida para outros idiomas e levar a história ao conhecimento de outros cinéfilos pelo mundo. 


Uma bela produção totalmente italiana, considerada por vários críticos de cinema também como um tradicional Espaghetti Western do século XXI.

 Trailer Oficial

 
Filme disponível no Youtube:
 

Ilustração Fanatasia
 

Poster original

3 comentários:

  1. Emanuel Neto14/07/2021 09:46

    Eu diria que este filme é um "western-spaghetti Garibaldino" muito realista e muito violento.
    O idioma deste filme corresponde à época, isto é, fala-se italiano do século XIX, que tem algumas nuances em relação ao italiano falado atualmente.
    O rei Vítor Emanuel II ficou para a História como o "pai da pátria" porque foi no seu reinado que a Itália foi unificada.
    Curiosamente, uma das suas filhas, D. Maria Pia , foi rainha de Portugal porque se casou com D. Luís, rei de Portugal na segunda metade do século XIX.

    ResponderExcluir
  2. Intereessante saber que nem tudo no filme é ficção e que de alguma forma o roteiro partiu de alguma ligação histórica real.

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: