Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

07 setembro 2015

Eduardo Fajardo na Calçada da Fama - Homenagem Especial Brasil

Eduardo Fajardo

O extraordinário ator recebe seu nome com letras em ouro na história do cinema.

Eduardo Martínez Fajardo nasceu em 14 de agosto de 1924, em Mosteiro, Pontevedra, Espanha embora cresceu em La Rioja. Ainda adolescente mudou-se para Santander, onde estudou o ensino médio.

Em 1942 começou sua carreira de ator, inicianado como um dublador de voz até 1946.

Então logo em seguida estreou no cinema com “Héroes del 95”, de Raúl Alfonso (1947), inaugurando assim uma das filmografias mais numerosas do cinema espanhol, e porque não dizer do cinema europeu, superando abruptamente o número de 183 títulos, 75 peças teatrais, 2.000 participações na TV espanhola e mexicana, além de participar de produções de Itália, Alemanha, França, Grã-Bretanha e nos Estados Unidos e atingindo 167 computados no bando de dados do Imdb.

Como dublador nos primeiros anos da década de 40, era presença constante nos trabalhos da produtora CIFESA e sua voz já considerada e valorizada como galã em um segundo papel segundo criticas da imprensa.
Ator que ao longo de sua inacabável carreira tem sido capaz de se dividir em dois lados opostos, o homem líder elegante (moralmente ambíguo, muitas vezes), e do outro lado, vilão cruel e brutal. Ele também tem sido capaz de combinar ambos os papéis em várias modalidades de caráter refinado e cruel ao mesmo tempo, se necessário.

Eduardo Fajardo poderia dominar qualquer cena usando a sua voz bem modulada aos 91 anos de idade.

O grande ator que vive há mais de duas décadas em Almeria, Eduardo  faz jus com que seja o primeiro a ter uma estrela no "Paseo de las Estrellas” [Calçada da Fama] que a cidade de Almeria criou no entorno do Teatro Cervantes, Pablo Cazard e praça Marqués de Heredia no âmbito do projeto “Almería, Tierra de Cine”, no  qual o Departamento de Turismo tem como objetivo atrair a atenção de especialistas, cineastas, fãs, amadores, pesquisadores, artistas, enfim a todo o público amante do cinema além das grandes estrelas que ao longo dos anos têm filmado na região.

O evento foi realizado no dia 13 de abril de 2012 às 18 horas na Rua Poeta Villaespesa, onde o ator inaugurou a “Calçada da Fama” anexado ao Teatro Cervantes com a primeira estrela com seu nome inscrito em ouro.
Este foi anunciado oficialmente pelo prefeito, Luis Rogelio Rodríguez.
Fajardo, que estava "muito animado" por este reconhecimento, agradeceu ao prefeito "É uma honra em abrir este Paseo del Cinema, em homenagem a todos ligados à arte da província de Almeria".

Para o prefeito, a escolha de Eduardo Fajardo não foi casual.

“Eduardo é a história do cinema espanhol, mas também do cinema de Almeria, como muitos de seus filmes foram filmados em nossa província, onde anos atrás, ele decidiu residir e onde ele está fazendo um grande trabalho trazendo o teatro para as pessoas com deficiência".

O projecto “Almería, Tierra de Cine” começou em janeiro de 2011, com a abertura da Casa de Cinema, no bairro de Villablanca, um espaço cultural no município que recupera sua memória cinematográfica e parte de sua história recente e todos os fãs podem comparecer e descobrir o que esta fábrica de sonhos que é o filme passou a significar para uma terra longe de todos e quase tudo, e que na verdade, antecipadamente, já havia recebido mais de 8.000 visitas de várias partes do mundo.


Agora começa o “Paseo de las Estrellas”, um lugar onde eles poderão presenciar as estrelas dos mais ilustres atores e diretores que filmaram em Almeria ou que tenham feito anteriormente sua contribuição para a promoção da cidade e da província como uma terra de cinema que tem sido uma realidade.

O terceiro pilar desta iniciativa é a identificação e marcação de lugares na cidade [Set de filmagens] onde eles filmaram cenas de filmes famosos, como a Plaza de la Catedral, onde as cenas de “Patton”, ou a Escola de Artes e Ofícios, que serviu de cenário para os filmes de “Indiana Jones”, Era uma vez no Oeste, a trilogia dos Dólares de Leone e uma infinidade de outros filmes.

O objetivo é criar uma “Rota de Filmes”, colocando placas de informação, de modo que o visitante identifique-se com a cena do filme, mas também Almeria promoverá um translado ao redor do Centro Histórico e sua ligação com o cinema.




O Conselheiro para o Turismo, Juanjo Alonso diz que após a reabilitação e requalificação do Cortijo Romero e conversão da Casa del Cine, a cidade continua a se concentrar em resgatar o esplendor que há no mundo do cinema como a nossa ferramenta de recuperação mais recente, mas também de promoção cinematográfica da cidade e da “Calçada da Fama” e agora passado para a “Rota del Cine” são primordiais ao turismo.

Almería começou entrar para as telas de cinema de todo o mundo desde o final dos anos cinquenta em suas mais variadas experiências cinematográficas a céu aberto em locais acidentados e selvagens, local de batalhas, duelos no sol, cavalaria, ataques a diligências, caça ao tesouro e, claro, cenas de amor. 


“Desde de tiroteios, bons filmes, comerciais e videoclipes não pararam de ser produzidos e ter sucesso aqui até hoje.” complementou Juanjo Alonso.
“Eu sempre tive a idéia de viver em Almeria quando trminasse a minha carreira.” disse Fajardo.
Ele tinha todos os motivos para se estabelecer em nossa província e um deles era o seu conhecimento do clima e da terra experimentada ao longo dos muitos tiroteios realizados. Em Almeria ele reside há mais de duas décadas.
E este é o lugar onde ele fundou o "Teatro sem Barreiras", composta de pessoas com várias deficiências, que ano após ano são excedidos operar enquanto o seu amor pelo teatro. Em seu tempo livre, Eduardo Fajardo também está escrevendo disse o prefeito Luis Rogelio Rodríguez.

Com 33 Espaghetti Westerns catalogados no Imdb, talvez os que mais fizeram sucesso entre os brasileiros tenham sido o “Major Jackson” em “Djando” (1966) de Sergio Corbucci e Tilly em “Adios Hombre” [Sete Pistolas para um Massacre] de Mario Caiano de 1967.

 
Filmografia Espaghetti Western - Eduardo Fajardo [Imdb]

  1. Django (1966)
  2. Companheiros (1970)
  3. Os Violentos Vão Para O Inferno (1968)
  4. Duelo dos Homens Maus (1971)
  5. A Guerreira de Indiana Jones (1984)
  6. Uma Dupla de Mestres - Viva a Morte... Tua (1971)
  7. Uma Pistola para 100 Sepulturas (1968)
  8. Ringo... Era Seu Nome (1967)
  9. Sonny & Jed (O Bando J & S) (1972)
10. Viva Sabata! (1970)
11. Apocalipse Joe (1970)
12. Frente a Frente com os Pistoleiros (1965)
13. A Vingança de Ringo (1967)
14. A Outra Face da Coragem (1968)
15. Rebelião dos Brutos (1970)
16. Gentleman Jo... Mata (1967)
17. Shango (1970)
18. Tedeum, Um Homem Mais Duro que Trinity (1972)
19. O Pistoleiro do Inferno (1971)
20. Tutti per uno... botte per tutti (1973)
21. Que Faço no Meio de uma Revolução? (1972)
22. Matarei Um Por Um (1968)
23. O Pistoleiro de Passo Bravo (1968)
24. Uma Winchester Entre Mil (1968)
25. El aventurero de Guaynas (1966)
26. A Carga do 7o. de Cavalaria (1965)
27. A Grande Noite de Ringo (1966)
28. Uno, dos, tres... dispara otra vez (1973)
29. Das Tal der tanzenden Witwen "El valle de las viudas" (1975)
30. Em Torno Dele Rondava a Morte (1969)
31. Adios, Hombre (1967)
32. Verflucht, dies Amerika "La banda de Jaider" (1973)
33. Il lungo giorno della violenza (1971)

Eduardo Fajardo entrevista ao vivo Youtube 2010

2 comentários:

  1. Emanuel Neto08/09/15 04:25

    Eduardo Fajardo também tem a honra de ter uma rua com o seu nome na localidade de Los Albaricoques, aldeia que ficou famosa por causa dos dois primeiros westerns de Leone. Além da "Rua Eduardo Fajardo" há também as ruas Lee Van Cleef, Clint Eastwood, Ennio Morricone, Giulio Petroni e a Avenida Sergio Leone, tudo isto em Los Albaricoques.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom conhecer estas informações mas o melhor mesmo era conhecer pessoalmente.
      Quem sabe um dia, nada é impossível.
      Grato Emanuel.

      Excluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: