Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

24 junho 2010

TEXAS ADEUS 2


Elisa Montès/José Soarez/Livio Lorenzon

Tudo muito bem fotografado por Barboni que futuramente se tornaria Diretor e criador de Trinity.
Uma cidade sem lei. A única lei que impera é a lei da violência, do mais rápido no gatilho e a morte rápida é um meio de vida. Após muita luta e um cerrado tiroteio o confronto final é inevitável e inesquecível enquadrado por Enzo Barboni dando uma aula de como valorizar o cenário barroco de fundo, tal qual Sergio Leone.

Aqui o diretor Ferdinando Baldi usou o ator Franco Nero em plena forma em mais um personagem com as mesmas características de Django aproveitando-se do sucesso que o personagem fazia no momento. Em 1965 Franco Nero já havia feito o seu primeiro Western “Cinco pistolas com sede de sangue” (Gli uomini dal paso de Pesante) “ The Trampers” - USA) do diretor Mario Segui com elenco Ítalo-Americano.
Aqui o ator Franco Nero e seu “sobre-tudo-preto” fazendo o seu terceiro filme de 1966. Neste mesmo ano ele fez, Django, “Tempo de Massacre” (...Le cantarono la morte e fu...tempo di massacro) e Texas Adeus (Texas, Addio).
O filme seria perfeito se não fosse o boneco jogado do alto da colina após ser “morto” por Burt.
Hoje os efeitos digitais resolveriam o problema da cena, mas é por isso que o filme é Cult, faz parte de uma época de ouro que não voltará jamais, mas ocupou o seu espaço de respeitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: