Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

17 junho 2010

TRINITY AINDA É MEU NOME


“...CONTINUAVANO A CHIAMARLO TRINITÁ”
“TRINITY IS STILL MY NAME - USA”
Produção: Itália 1971

Direção: E. B. Clucher (Enzo Baraboni)
Música: Guido e Maurizio de Angelis e Gene Roman
Direção Musical: Gianfranco Plenizio
Fotografia: Aldo Giordani
História: E. B. Clucher
Duração: 124 min.
Produtora: De Paolis – De Laurentis – Roma

Terence Hill – Trinity
Bud Spencer – Bambino
Harry Carey Jr. - Pai de Trinity
Jessica Dublin – Mãe de Trinity
Franco Ressel – Metríê do Restaurante
Puppo de Lucca – Líder dos Monges
Dana Ghia – Fazendeira da Carroça
Enzo Fiermonte – Fazendeiro da Carroça
Enzo Tarascio – Xerife
Emilio Delle Piane – Sr. Parker
Tony Norton (Alfio Caltabiano) – Wildcat
Yanti Somer – Namorada de Trinity
Benito Stefanelli – Pistoleiro Stingary Smith
Riccardo Pizzuti – Líder da gangue no acampamento dos feijões
Gilberto Galimberti – Jogador de Baralho com tapa-olho
Fortunato Arena – Bandido Bobão do acampamento dos feijões
Girald Landry, Jean Louis, Gigi Bonos, Gild de Marco e Adriano Micantoni.

Neste segundo filme com o preguiçoso e fabuloso herói e seu meio irmão, o grandalhão e comilão “Bambino”, estão mais divertidos ainda que no primeiro “Meu nome é Trinity”. Trinity (Terence Hill) e Bambino (Bud Spencer), encontram-se mais uma vez na casa dos pais para o “banho anual” e um pacífico jantar em família, comprometendo-se com o pai (Carey Jr.) a beira da morte que continuarão trapaceiros, mas de primeira classe e terão um belo prêmio por suas cabeças. Ansiosos para provar que são ilustres e garantir o último desejo de seu pai, a dupla começa atacando uma carroça de pioneiros e fracassam acabando por ajudá-los. Em seguida já na cidade de San José, Trinity dá uma lição em um jogador trapaceiro ensinando-lhe também de como dar as cartas e atirar corretamente, impressionando os habitantes da cidade o suficiente para serem confundidos como respeitáveis agentes federais. São subornados pelo bandido local “O Sr. Parker”, um contrabandista de armas que explora os monges rabinos de um mosteiro. Lutam contra falsos padres e ainda criam tumulto em um fino restaurante francês e em pouco tempo mudam de posição resolvendo auxiliar os religiosos e acabam descobrindo uma operação de contrabando de armas envolvendo-se também na busca de US$ 50.000 implantando a desordem por todo o oeste.
O filme é assistido na televisão mundial a mais de trinta anos e é comparado as exibições de Titanic e Bem Hur, sobretudo na Alemanha e Japão.
Em 1979 na Alemanha, Bud Spencer recebeu o prêmio Júpiter por sua popularidade como Bambino, o irmão de Trinity na série e continuam sendo homenageados na Europa, e quem diria que em 1967 Enzo Barboni faria dois episódios. Um western Spaghetti sem mortes que continua sendo incansável.
Em 1969 Enzo encontrou o diretor Ítalo Zingareli que propôs “A volta de Trinity” e o resto é história.

Um comentário:

  1. Edelzio o Bud Spencer morou no Brasil durante três anos, foi funcionário do consulado da Itália em Recife entre 47 e 48, teve uma participação no programa os trapalhões em 84. e a série Trinity, muito engraçada. gosto de Trinity e Seus Companheiros, aquela cena com a música do Morricone Cavalgada um tema lírico muito linda.

    Luiz Carvalho

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: