Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

01 maio 2010

Franco Nero


A Matança surrealista de “Django Kill...If You Live, Shoot!” – USA – 1967 (Se Sei Vivo ...Spara ( Itália), Django Vem Para Matar ( Brasil) de Giulio Questi com Tomas Millian é considerado o mais brutal dos espaguetes, um dos mais estranhos, com humilhações, torturas, estranhos atos de vampirismo, crucificação e bandidos com comportamento homossexual.

O Título Django apareceu em cerca de trinta filmes, mas somente o de Sergio Corbucci é considerado o oficial.
Outros personagens começaram a surgir como “A Pistol For Ringo” (Uma Pistola Para Ringo e o Retorno De Ringo ambos de 1965) de Duccio Tessari. Giuliano Gemma com o pseudônimo de Montgomery Wood estrelou como Ringo. Muitos outros atores interpretaram Ringo confundindo-o com o original Outros personagens marcaram sua presença por décadas como Sartana (1968), Sabata (1969) e O Retorno de Sabata (1970) de Gianfranco Parolini (Frank Kramer).
E.B. Clucher criou “Trinity” e “Chamam-me Trinity”(1970) e muitos outros foram inspirados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: