Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles/Legendas.

20 agosto 2019

Homenagem ao Diretor de Cinema Italiano Sergio Leone


A Agência de Correios de Roma na Itália lançou no dia 30 de abril de 2019, terça-feira um selo para comemorar o 30º aniversário da morte do grande diretor de cinema italiano, Sergio Leone.

No selo estampa-se a foto do diretor e em segundo plano, uma de suas principais cenas do cinema do filme "Era uma vez no Oeste", estampando também o ator Henry Fonda, vilão no filme.


Leone, que morreu em 30 de abril de 1989 aos 60 anos de idade, foi consagrado como o inventor definitivo do gênero cinematográfico conhecido mundialmente com Espaghetti Western, em um filme estrelado pelo ator americano Clint Eastwood.

O estilo pioneiro de fazer filmes de Leone incluía justaposições de close-ups extremos com tomadas longas e cenas panorâmicas de larga escala. 


Seus filmes incluíram os gêneros de ação, capa e espada, épicos Greco-Romanos como "Os Últimos Dias de Pompéia" (1959) e "O Colosso de Rodes" (1961).

Artesão da célebre “Trilogia de Western dos Dólares” com Clint Eastwood: "Por Um Punhado de Dólares" (1964), "Por Alguns Dólares a Mais" (1965) e "O Bom, o Mau e o Feio" ["Três Homens em Conflito" como também ficou conhecido no Brasil] (1966).

"Era uma vez no Oeste" (1968) e "Quando Explode a Vingança" (1971) são outros Westerns de destaque e marcou também com o drama criminal "Era Uma Vez na América" (1984), com Robert De Niro e James Woods.


Uma bela forma de homenagear alguém com merecido reconhecimento por seu trabalho e um brinde aos seus fãs espalhados pelo mundo.

Fonte: ALL RIGHTS RESERVED © Copyright ANSA.IT

5 comentários:

  1. Leone merece todas as homenagens. Deu uma repaginaçao nas maneiras centenárias de se fazer um westerns ATÉ na própria cultura de filmar, até então. Pena que tenha morrido antes de expor o seu total potencial, MAS deixou uma obra eterna. Abraço Edelzio.
    Joailton.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente. Grato pelo seu registro e participação amigão!

      Excluir
  2. Emanuel Neto21/08/2019 09:38

    Parece-me uma homenagem mais do que justa! A Itália, felizmente, ainda é um país que defende a cultura (neste caso, o cinema).
    Eu não conheço a realidade brasileira mas posso afirmar que em Portugal a cultura é muito mal tratada! Não se dá valor ao bom cinema, à boa música, ao bom teatro, à boa literatura. Em Portugal, já há muitos anos, defende-se, divulga-se e glorifica-se a estupidez, a menoridade, o insulto e a falta de respeito! As televisões generalistas portuguesas, por exemplo, estão cheias de lixo todos os dias de manhã à noite!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Meu amigo Emanuel Neto, faço de suas palavras as minhas. Aqui no Brasil a situação não é diferente.
      O lixo predomina a verdadeira cultura e seus mais importantes artistas. A demência cultural nas novas gerações é avassaladora e parece ser em todo o mundo. "É o regresso à Evolução cultural". Infelizmente. éramos felizes e nós sabíamos!

      Excluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: