Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles/Legendas.

21 maio 2019

A Morte de José Terrón [Especial Brasil] TRIBUTO


Em 12 de Maio de 2019 aos 79 anos de idade, morreu em Madrid, Espanha, o ator e dublê José Terrón Peñaranda.
A sua morte foi anunciada pelo seu filho José através do Facebook mas não mencionou a causa, informou o meu amigo Tom Betts do blog americano https://westernsallitaliana.blogspot.com/. 

Nascido em 05 de Julho de 1939 em Madrid, Espanha, durante muitos anos nós pudemos desfrutar de suas atuações e aparições antológicas com suas performances nos filmes Espaghetti Western.


"Thomas 'Shorty' Larson"  The Good, The Bad and The Ugly (1966)

Foi em uma breve e memorável aparição no filme "O Bom, o Mau e o Feio" (The Good, The Bad and The Ugly) de 1966 dirigido por Sergio Leone, que sentimos realmente a força de sua imagem na tela do cinema como Thomas 'Shorty' Larson, sendo perseguido alvejado na rua em meio a fuga do hotel por Sentenza/Angel Eyes/Olhos de Anjo (Lee Van Cleef).

Descobrimos também que ele interpretou “Guy Calloway” em “Por Alguns Dólares a Mais” (For a Few Dollars More) também de 1966 dirigido por Sergio Leone.


 "Índio" Shalako (1968)


Família Terrón - Dublês espanhóis das décadas de 1960 e 1970

José Terrón Peñaranda começou sua carreira no cinema com seus três irmãos: Pedro, Ángel e Víctor, como especialista, por sua capacidade de fazer acrobacias em cavalos sendo um dos precursores no aperfeiçoamento em quedas à cavalo na Espanha com seus irmãos que treinavam nos bairros de Del Cajon e Valdevivar em Madrid.

Esteve também em “Uma Pistola para Ringo”, “Django”, “Eu Quero Ele Morto” e muitos outros. 

Participou em mais de 50 filmes entre as décadas de 1960 e 1970 e em sua maioria não era creditado.

 "Ringo" Django (1966)

Ainda muito desconhecido e sem muita informação dos fãs, um certo dia o filho do ator, José postou no site Shobary's Spaghetti Westerns uma breve biografia sobre o seu pai e finalmente tivemos o conhecimento e o paradeiro do ator associando-se a este nome.


 Família Terrón - Dublês espanhóis das décadas de 1960 e 1970 em treinamento

Sabíamos finalmente que ainda encontrava-se vivo. Ele postou também uma homenagem a seu pai no canal YouTube. Postou também uma homenagem aos seus tios, que também eram dublês e todos especialistas em montarias e quedas de cavalos, diligências, bigas e tudo o que se movia em situações perigosas no Set.


José disse que seu pai vivia da aposentadoria de sua carreira em prol do cinema europeu.

Agradecemos a este grande ator e dublê por criar e imortalizar seus personagens na história do Espaghetti Western, ora hoje cultuado mundialmente por um infinidade de fãs e que outrora nos proporcionou momentos emocionantes e inesquecíveis frente à tela do cinema.
Minha homenagem a José Terrón. R.I.P. (Descanse Em Paz).

JOSÉ TERRÓN 
Filmografia Espaghetti Western :

1971 The Deserter - Apache
1969 Forgotten Pistolero - Francisco
1968 I Want Him Dead - Logan - Cowboy bebendo no Saloon
1968 Shalako - Indio
1968 White Comanche - Cidadão
1967 15 Scaffolds For a Murderer - (Guarda Costas) Hangman
1967 Death Rides A Horse - Cúmplice de Walcott
1967 God Forgives... I Don't - 'Flatface' - Guarda Costas de San Antonio
1966 Arizona Colt - Guarda costas de Watch
1966 Navajo Joe - Soldado
1966 The Good, The Bad and The Ugly - Thomas 'Shorty' Larson
1966 Django - Ringo/Membro do Klan com Cicatriz
1966 For a Few Dollars More - Guy Calloway, 1º morto por Mortimer

 TRIBUTO À JOSÉ TERRÓN POR SEU FILHO JOSÉ

 TRIBUTO À FAMÍLIA TERRÓN POR JOSÉ 

  JOSÉ TERRÓN & JOSÉ TERRÓN FILHO

8 comentários:

  1. Que pena. Um rosto marcante entre os coadjuvantes dos spaghettis. Apenas uma correção na informação inicial deste post: Foi em uma breve e memorável aparição no filme "Por Uns Dólares a Mais" ("Per qualche dollaro in più", 1966) dirigido por Sergio Leone, que sentimos realmente a força de sua imagem na tela do cinema como Guy Calloway, sendo perseguido alvejado na rua em meio a fuga do hotel por Col. Douglas Mortimer (Lee Van Cleef).

    ResponderExcluir
  2. Excelente tributo ao artista espanhol. Parabéns Edélzio!...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigão. Fiquei mais feliz em saber que o seu filho, o também José Terrón, compartilhou desta matéria e endossou toda a minha humilde pesquisa. Não tão curioso é saber que ele também é ator e dublê em shows ao vivo. Obrigado por sua participação.

      Excluir
  3. Gracias amigo. Excellent homage to one of the unknown actors, to most viewers, who left an indelible mark on the genre. RIP

    ResponderExcluir
  4. Emanuel Neto22/05/2019 03:15

    José Terrón era um rosto marcante dos westerns italianos. Teve papéis memoráveis sem praticamente falar nas suas cenas.
    Como disse o Thomaz, nesta caixa de comentários, José Terrón fez de Guy Calloway em "Por mais alguns dólares" (filme de 1965 e não de 1966) e foi perseguido e morto pelo Coronel Mortimer (Lee Van Cleef) e não por Sentenza / Angel Eyes.
    A sua breve participação em "Il buono, il brutto, il cattivo" é de facto muito breve. Muito provavelmente, a sua participação nesse filme seria mais longa porque a sequência da perseguição de Tuco a "il Biondo / Blondie" foi cortada e nunca foi editada na versão final.

    ResponderExcluir
  5. Emanuel Neto27/05/2019 03:47

    Uma pequena correção: as duas primeiras imagens deste post são do filme "Per qualche dollaro in più / Por mais alguns dólares". A legenda da 2.ª imagem não corresponde a Shorty Larson mas sim a Guy Calloway.

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: