Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

10 abril 2018

Os Índios Apaches no Cinema Americano e Europeu.


Os Apaches são povos Athapaskan que migraram para o Sudoeste, vindos do Nordeste do Canadá, centenas de anos atrás. Eles povoaram planícies da parte central e no Sudoeste dos Estados Unidos perto do ano 850 d.C.
A nação apache é o nome dado a várias tribos nativas americanas culturalmente relacionadas entre si. O nome Apache vem de uma palavra Zuni que significa: "inimigos ou homens lutadores".
Os Apaches eram grupos nômades de caçadores e coletores, largamente conhecidos como ferozes lutadores.

Eles eram temidos por seus ataques a outras tribos, e mais tarde, no século XVI, sua reputação ficou conhecida, quando houve o confronte com os colonizadores espanhóis pelo comércio, pelas fronteiras territoriais e pela caça ao búfalo.


Os Apaches habitavam uma área enorme no lado oriental do novo México, que também invadia o Texas e o México. Este povo orgulhoso e guerreiro, se dividia em muitos grupos, sendo mais conhecidos os Jicarillas, os Mescaleiros e os Chiricahuas.
Viviam numa região hostil, de escassos recursos naturais e, por isso, se especializaram em saquear as fazendas e povoados dos colonizadores brancos e costumavam roubar também as outras tribos, sumindo rapidamente nas serras da região, onde construíam inacessíveis esconderijos.


Os primeiros intrusos do território Apache foram os espanhóis, a partir de 1500. Havia diferenças entre os vários grupos de Apaches, principalmente no modo de vestir e nos acessórios que utilizavam. Havia os grupos mais dedicados ao pastoreiro e caçadores de bisão, animal que garantiu a sobrevivência durante séculos, e outros voltados para os saques em fazendas e povoados, como os Mescaleiros, que viviam nas montanhas.

Na cultura tradicional, as mulheres cuidavam do alimento, da madeira e da água, enquanto os homens tinham que caçar e guerrear. A poligamia era praticada quando as condições econômicas permitiam.


Os Apaches viviam numa região de deserto, muito seca e muito quente, mas também bela. A beleza exótica do Arizona foi descoberta a partir dos anos 20 pelos filmes de Hollywood envolvendo-os em centenas de filmes no gênero “Velho Oeste”, que traziam as cores do Grand Canyon e do Deserto de Sonora.

Os Apaches tiveram pouca participação no Espaghetti Western (Cinema Europeu) por ser um seguimento muito diferenciado do estilo estilizado americano, mas na Alemanha surgiu em 1962 um personagem Apache criado pelo escritor, roteirista e diretor renomado, Karl May que mesmo sem ter posto os pés na América.


Criou o imortal e talvez o mais célebre personagem Apache fora da América conhecido como Winnetow, interpretado por Pierre Brice, um Apache que ao lado de seu amigo americano branco Old Shatterhand, interpretado por Lex Barker, agiam sempre em nome da justiça e da paz e que garantiu umas duas dezenas de bons e bem sucedidos westerns na tela grande equiparando-se a grandes produções americanas com roteiros bem elaborados e diferenciados da rotineira guerra entre brancos e índios.


Os Apaches são os índios mais conhecidos da América do Norte por ser um povo corajoso e muito exposto no cinema como outros nativos de todo o mundo, eles cederam à ganância e pressão dos colonizadores. Mas, a coragem e ousadia dos Apaches em defender o seu território diante de um invasor mais numeroso e poderoso rendeu-lhes uma grande exposição no cinema.

Os diretores cinematográficos exploraram ao máximo a imagem desse povo, quase sempre mostrando o lado sanguinário e feroz dos índios.

Passado um século desde a colonização do oeste americano, já se vê os índios com outros olhos e felizmente vemos que nem todos eram maus e apenas defendiam sua terra, tradições e sobrevivência com unhas, dentes, arcos e flechas.

Os Apaches não agradaram muito os diretores europeus que procuraram criar os seus próprios personagens como Django, Sartana, Sabata, Ringo entre outros, que já vinham sendo bem cultuados e ganhando inúmeros fãs pelo mundo, mas posso citar alguns Westerns Espaghettis com a presença dos Apaches que marcaram época como:

“La Battaglia de Forte Apache” [A Batalha Final dos apaches] 1964 da série Winnetou, “La Furia Degli Apache” [Gerônimo Ordena o Massacre] 1964, com Frank Latimore e Nuria Torray, “Una Donna Chiamata Apache” [Apache Woman] 1976 Com Al Cliver e Clara Hopf, “Apache Bianco” [Apache Branco] 1977 com Sebastian Harrison e Lola Forner, “Buffallo Bill L´eroi Del Far West [Buffalo Bill, o Herói do Oeste] 1965 com Gordon Scott e Mario Brega. Até Lee Van Cleef virou um herói Apache em “Captain Apache” [Capitão Apache] 1971 ao lado de Carroll Baker e Stuart Whitman [ O Home de Virgínia].


Os apaches mais famosos e memoráveis foram Chefe Manga Coloradas, apelido recebido ao roubar uma camisa vermelha. Em 1837, ele era o guerreiro mais conhecido no Novo México, que ainda pertencia ao México, e em Sonora, estado vizinho ao sul.

Cochise o grande líder da tribo Chiricahuas, promoveu a paz com os brancos durante muito tempo. Gerônimo, o mais famoso guerreiro Apache começou a odiar de verdade o homem branco no dia em que retornou para casa e encontrou tudo destruído e a sua família assassinada por mexicanos.

4 comentários:

  1. Emanuel Neto11/04/2018 05:04

    O índio mais conhecido dos westerns italianos, Navajo Joe, não era Apache mas sim Navajo, como o próprio nome indica.
    Os Apaches tinham a reputação de serem os índios norte-americanos mais violentos e perigosos de todos. Apesar de tudo, era impossível vencerem contra os colonos brancos.

    ResponderExcluir
  2. Grande Emanuel Neto parceirão de Portugal. Obrigado por sua opinião e participação neste espaço.

    ResponderExcluir
  3. Algum problema com Woody Strode, fazendo "Chato", no filme "Shalako", de Edward Dmytryk? É um filme de faroeste, feito na Inglaterra, ambientado em território Apache...

    Chico Potengy

    ResponderExcluir
  4. Emanuel Neto13/04/2018 03:59

    Os Apaches também eram mestres na arte da tortura! Uma das mais conhecidas era, quando tinham um prisioneiro, tiravam-lhe as botas e colocavam uma faca ao lume. Ao fim de uns minutos, quando a lâmina da faca já estava em brasa, encostavam-na à planta dos pés do prisioneiro que, obviamente, sofria bastante!
    Há um western-spaghetti com Giuliano Gemma em que ele faz exatamente isso a um bandido mexicano. O filme é "Tex e il signore degli abissi", realizado por Duccio Tessari.

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: