Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

03 outubro 2014

O Homem do Boulevard des Capucines - Tributo Especial Brasil



O Homem do Boulevard des Capucines
A Man from Boulevard des Capucines - USA
El hombre del boulevard de los Capuchinos - Espanha
Chelovek s bulvara Kaputsinov - Russia

Produção: União Soviética 23 de Junho de 1987
Áudio original: Russo
Direção: Alla Surikova
Escrito: Eduard Akopov e Roman Kachanov
Duração: 98 minutos
Musica: Gennadiy Gladkov
Regência: Sergey Skripka
Fotografia: Grigori Belenky
Edição: Inessa Brozhovskaya
Produção Design: Yevgeni Markovich
Decoração Design: Svetlana Bashlykova
Produção Mosfilm [Moscou Filmes]


Elenco:
Andrey Mironov – Projetista Johnny First
Aleksandra Yakovleva-Aasmyae – Srta. Diana Little
Mikhail Boyarskiy – Cherny/Black Jack
Oleg Tabakov - Harry
Nikolay Karachentsov - Billy King
Igor Kvasha - Padre
Lev Durov – Agente Funerário
Galina Polskikh - Sra. Thompson
Natalya Krachkovskaya - Conchita
Natalya Fateeva – Esposa do Chefe Comanche
Spartak Mishulin – Chefe Comanche
Albert Filozov – Projetista/Sr. Second
Oleg Anofriev - Pianista
Mikhail Svetin - Farmacêutico
Leonid Yarmolnik – Cowboy com tapa-olho
Semyon Farada - Sr. Thompson
Aleksandr Pavlov - Hugh
Yuri Medvedev - Cowboy
Borislav Brondukov – Cowboy viajante
Mikheil Kherkheulidze - Sr. Edwood
Igor Vorobyov - Bully
Anton Tabakov - Usher
Valeri Lysenkov - Sammy/Cocheiro
Anatoliy Kalmykov (A. Kalmykov)
Nikolay Sysoyev (N. Sysoyev)
Yuriy Dumchev – Comanche Pena Branca
Boris Ivanov – Cowboy Tolsty
Dmitriy Zolotukhin - Bandido
E com Aleksandr Slastin, S.S. Mikulsky, Piret Myangel, Aleksandr Inshakov, N. Astapov, Aleksandr Malyshev (A. Malyshev), M. Bulatova, Pavel Abdalov, Svetlana Andropova, Oleg Bannikov, Nikolai Debero, Dmitriy Demyanenko, Nikolai Ferapontov, Aleksandr Gorbachev, Vladimir Korovkin, Yevgeni Kuleshov, Yuri Shumilo e Sergei Vorobyov.



Muitos americanos quando no lançamento deste filme que assistiram-no na Rússia e não acreditavam que ele estivesse sido produzido lá, na terra da Vodka. Um filme incomum e um clássico Western mundial por ser particularmente soviético e dirigido por uma diretora, Alla Surikova, que segundo ela foi um passo para o pós-modernismo na Rússia.
Um filme de baixo orçamento com roteiro de uma originalidade incrível que narra baseado em fatos reais, como haveria sido a introdução do cinema no velho oeste americano. A repercussão e as mudanças de comportamento no país inteiro.


Uma comédia esplendida e rica com situações cômicas bem elaboradas dosada com números músicas no idioma originalmente russo, mas com os ingredientes do clima Western de Hollywood.
O Espaghetti Western também está presente e forte em muitos dos personagens grosseiros e debochados. Um time da elite de atores russos foi convocado para atuar nesta relíquia do cinema mundial com atuações soberbas e inesquecíveis como a do ator Andrey Mironov, O Projetista de filmes "Johnny First" com uma semelhança incrível com Robin Williams falecido em 2104 nos Estados Unidos.
Este projetista chega na cidade de Santa Carolina trazendo consigo um projetor de filmes em uma cidade mergulhada na violência e caos da desordem e da perdição.


Após exibir em um lençol branco cedido pela dançarina do sallon, Diana, a linda atriz russa Aleksandra Yakovleva-Aasmyae em seu auge da beleza, o seu primeiro filme romântico aos frequentadores, causa o espanto a todos trazendo mudanças profundas de comportamento em todos. São filmes de romances franceses que mostram a delicadeza e a fina educação europeia entre seres mais civilizados e evoluídos. A partir destas exibições, os violentos cowboys e machões locais, tornam-se educados e respeitosos uns com os outros erradicando a violência na região.


Para a trama ficar mais saborosa, existem aqueles que querem destruir a máquina e dar cabo ao projetista e para isso juntam-se o padre e o dono do saloon, mas encontram problemas para isso tendo em vista que o cinema torna-se a coisa mais importante na vida dos moradores. A cidade toda é influenciada pelas histórias vistas nos filmes exibidas no saloon.
Há até um ataque de índios comanches à cidade que na verdade após muitos tiros e quedas de cavalos, os moradores descobrem que os índios só queriam convidar o projetista para exibir uma sessão de cinema em sua tribo.


Por fim os índios juntam-se aos cowboys e acabam assistindo a sessão no saloon.
A evolução da história mostra como supostamente teriam sido criados os tickets de entrada, a portaria do cinema com segurança particular, o único lençol branco da cidade que após ser roubado pelo padre e o proprietário do saloon, Diana teceu outra a mão com os cabelos de seu cavalo branco e com os seus próprios cabelos loiros para não desapontar First, o seu noivo e projetista.


Como em todo e bom Espaghetti, existe um bando selvagem e aqui no caso é o de Black Jack, assaltante de diligências seguradoras.
Um bandido muito cruel de mercenário até descobrir o cinema através de uma cena de um filme de Charlie Chaplin que o converte em um amante da sétima arte para sempre em um duelo final sensacional entre o projetista e Jack, agora amante e seguidor do cinema.
A cena exibida no cinema da Locomotiva chegando a Estação de Saint Lazar na França filmada de frente, coloca todo mundo em pânico e todos fogem do cinema (saloon).


A reviravolta maior é quando chega outro projetista à cidade, acompanhando a evolução como pôde ter sido na época, este trazendo filmes de violência e terror, fazendo com que a cidade voltasse a ser como o Sr. First a encontrou-a quando chegou pela primeira vez na cidade.
O cenário para a fotografia ambientar a cidade de Santa Carolina no Oeste da União Soviética foi feito na Crimeia, mas sim, na costa de uma baía calma em Koktebel.

Sabe-se que, devido ao forte vento que assola nesses lugares, a paisagem foi quase toda soprada para dentro do mar. Na verdade, em vez de edifícios sólidos e verdadeiros de alto nível, foram construídas apenas fachadas das edificações, pregando-se placas de paredes e pisos e não se percebe isso pela qualidade de como fora construida assim com em Hollywood ou até mesmo em almeriá na Espanha.


Algumas edificações tiveram que ser reforçadas significativamente como a igreja de torre alta. Atores ainda lembrarm que o processo de filmagem não foi difícil tendo em vista a ambientação na América e até mesmo os cofres da Moscou filmes suportaram tudo.
O trabalho maior ficou por parte dos produtores de cena em conseguirem os jeans, chapelaria, roupas elaboradas para o filme,cavalos, chicotes, enfim tudos os elementos para se fabricar o oeste e muita coisa teve que ser emprestado dos estudios do cinema checo, onde chegaram a fazer vários Westerns na década de 60 e 70.
As lutas de saloon, cenas de ação e tiroteios não deixam nada a desejar à Holywwod. Cerca de duas dezenas de dubles profissionais [Stunts] foram usados para elas. O resultado foi surpreendente e quando lançado na Rússia em 1987 ficou em primeiro lugar e foi visto por 60 milhões de pessoas.


Quanto ao ator Andrey Mironov, para ele este foi o último papel em um filme que morreria dois meses após a estréia em 16 de agosto de 1987, em turnê em Riga. O título do filme recebeu este nome Boulevard des Capucines, mas esta rua não existe em Paris e foi nela que se deu a primeira exibição pública de cinema. A rua correta seria a Rua do Convento da Ordem dos Capuchinhos. Foi ali, no número da casa 14 que em 28 de dezembro de 1895 realizou-se a primeira exibição pública de cinema no mundo com dez curtas-metragens.


Em 2009 tentaram uma mudança para somente "Boulevard des Capucines" mas não adiantou muito porque o nome original ainda é o mais citado por colecionadores e afecionados ao filme quando lembrado.

Um grande filme em ritmo de comédia com boas situações e uma história interessante e diferente de tudo o que se já via visto para o Western e que todo cinéfilo deveria dar uma espiada para sentir a originalidade de toda uma produção riquíssima em detalhes produzida inteiramente na Europa. Grande desafio para poucos. 


Filme disponível no Youtube para quem deseja matar a curiosidade:
https://www.youtube.com/watch?v=q94-LosxJuw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: