Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

22 abril 2014

Craic Hill Morre em Barcelona em 21 de Abril de 2014

Morre em Barcelona, Craic Hill, o ator americano,
Craighill Fowler, ídolo dos Espaghetti Westerns e segundo boletim médico a morte foi de causas naturais, aos 88 anos de idade.


Nascido a 5 de março de 1926, Los Angeles, Califórnia (EUA) e encontrava-se radicado em Barcelona há vários anos, vivendo na capital da Catalunha desde 1990 com a sua esposa Catalan, a também atriz e modelo Teresa Gimpera (1936).


Ele co-estrelou produções dos Estudios da Desilu Television, (Star Treck) a série de grande sucesso "Whirlybirds"  durante 1957-1960, interpretando "P.T. Moore."
Estrelou em 1954 o filme, "The Black Shield of  Falworth" como Francis Gascoyne.


Nos anos 50 participou de inúmeros filmes norte-americanos, como Eva (1950), História de um Detetive (1951), O Último Cerco (1954) e O Escudo Negro (1954), bem como em diversas séries televisivas.
 É em meados da década de 60 que se muda para Espanha, país onde iria filmar dezesseis Espaghetti Westerns, como "Ocaso de un pistolero” [Mãos de Pistoleiro] (1964) e "All ultimo Sangue" [Até o Último Sangue] (1968).


A sua última aparição em um filme foi em 2003 em "Platillos Volantes'. Um filme de Oscar Aibar, tendo ainda trabalhado antes disso com cineastas como Bigas Luna, em "Angústia" (1987), e "Manjar de amor" (2002), de Ventura Pons.

Em Setembro de 2011 o ator americano Craic Hill, já debilitado em uma cadeira de rodas foi homenageado no Almeria Western Festival em 2011, acompanhado de sua esposa Teresa Gimpera e lembro-me de uma frase que mencionou em entrevista ao final:
"Estou emocionado de estar em Almería novamente. A 65 anos atrás eu comecei a fazer Westerns e dos quinze Espaghetti que fiz, nove foram rodados aqui".  Correção: Foram dezesseis Espaghettis que ele participou.


Teresa Gimpera, sua esposa também atuou em quatro Espaghettis Westerns inclusive em "Wanted",
[O Procurado] ao lado de Giuliano Gemma interpretando a personagem Evelyn.

Dentre a sua extensa carreira credita-se a ele noventa e dois trabalhos como ator, sendo:

Setenta e seis filmes como ator nos mais variados gêneros entre longas metragens e séries de TV.
Dezeseis Espaghetti Westerns como ator.
Sete como produtor, sendo cinco séries e dois documentários.

CRAIC HILL
FILMOGRAFIA ESPAGHETTI WESTERN E SEUS RESPECTIVOS TÍTULOS EM PORTUGUÊS NO BRASIL

1974 Corte Marziale [Coronel] A Côrte dos Assassinos
1972 Un animale chiamato uomo [Mark Forester] Um Animal Chamado Homem
1972 Scansati... A Trinità Arriva Eldorado [Eldorado] Pistoleiros de Trinity
1972 Domani Passo a Salutare la Tua Vedova... Parola di Epidmia  [Doctor Janus Saxon] O Meu Cavalo, minha Pistola e sua viúva       
1972 Bada alla tua pelle Spirito Santo! [Coronel John Mills] Benvindo Espirito Santo!
1972 Los buitres cavarán tu fossa [Jeff Sullivan] Os Abutres Cavaram Sua Sepultura
1971 Il Giorno del Giudizio"[O´Conner] Olho por Olho, Dente por Dente (O Dia do Julgamento)
1971 In Nome Del Padre, Del Figlio e Della Colt [Bill Nolan / Mace Cassidy] Em Nome do Padre, do Filho e do Colt
1968 Tre Croce Per non Morire [Jerry] Os Pistoleiros de Boot Hill
1968 All´Ultimo Sangue [Clive Norton] Até o Último Sangue
1968 Lo voglio Morto [Clayton] Eu Quero ele Morto
1967 Ric e Gian alla conquista del West [Stuart]
1967 Quindice Forche Per Un Assassino [Billy Mack] 15 Forcas para um Assassino
1967 Sette Pistole per um Massacro [Will Flaherty] Adios, Hombre
1966 Per il Gusto di Uccidere [Hank Fellows] Pelo Prazer de Matar
1965 Mani di Pistolero [Dan Murphy] Mãos de Pistoleiro


TÍTULOS EM PORTUGUÊS NO BRASIL EM JORNAIS DA ÉPOCA ANUNCIANDO A EXIBIÇÃO NOS CINEMAS BRASILEIROS 

Colaboração de Marcos Maurício Lima - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil

18 comentários:

  1. Que pena! Os homens não são eternos, mas nossos ídolos, permaneceram para sempre nas nossas mentes, corações e nos filmes que fizeram. Vaya con Dios, Gringo!

    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São eles que fizeram influenciar em muitas coisas as nossa geração. De como ser homem responsável sempre procurando prevalecer o bem e o correto do que o o mal e a corrupção que impera nas gerações de hoje.

      Excluir
  2. Olá mestre E. Sanches

    A natureza continua seguindo implacavelmente o seu curso e só nos resta lamentar e ao mesmo tempo agradecer, a estes profissionais, que nos proporcionaram grandes momentos de alegria, nas nossas vidas. Craig Hill, certamente, é um deles. Ao contrário do título de um dos seus filmes, ironicamente, que é o meu preferido, Eu(não) Quero Ele Morto.
    Abraços-Joailton Caruaru.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto deste filme bem com "Pelo Prazer de Matar" e ele fez alguns Westerns comédias também e um bem legal foi "Pisatoleiros de Trinity". montado em seu cavalo com "Guidão de bicicleta e espelho retrovisor".

      Excluir
  3. É Edelzio é como você já disse o templo é implacável conosco, mais o importante é que eles nos deixou bons registros nos Spaguetti Western, meu filme preferido com ele é Eu quero Ele Morto. e com certeza ele vai ser lembrado sempre assim como o Gemma, Aldo Sambrell, Frank Brana, Lee Van Cleef, entre outros.

    Luiz Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro grande ator que também está bem debilitado de saúde é Eduardo Fajardo, o Major Jackson de Django. Foi homenageado em 2012 também no Almeria Western fFestival.

      Excluir
    2. Realmente Edelzio ele está se apoiando em uma bengala ao lado de Frank Brana e fabio Testi, provavelmente pode ser problema na coluna vertebral e seu peso influenciando mais ainda.

      Luiz Carvalho

      Excluir
    3. Eduardo Fajardo também se locomove por meio de cadeira de rodas e só ficou de pé para receber as homenagens e fotografia.
      Infelizmente estão chegando ao fim uma geração de atores que de alguma forma proporcionaram muitas alegrias as nossas gerações.

      Excluir
  4. https://www.youtube.com/watch?v=Q5VtS8KBDN8#t=29

    Vamos curtir os que ainda estão aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza e a melhor forma de prestar homenagem a eles é divulgando e prestigiando os seus trabalhos e perpetuar seus filmes para outras gerações.

      Excluir
  5. Uma pena! Uma grande perda! Conheço seu blog a pouco tempo e já estou amando. Parabéns

    http://lumamovies.blogspot.com.br/ Meu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pela sua participação Matheus Gonzaga.
      Realmente os heróis de nosso tempo estão nos deixando mas o seu legado ficará para sempre mesmo em cópias de filmes borradas e desbotadas pelo tempo e que hoje são disputadas pelos nossos contemporâneos palmo-a-palmo e qeu ficarão para as próximas gerações de cowboys apaixonados.

      Excluir
  6. Particularmente sou grande fã desse ator que nos legou trabalhos belíssimos como em Eu quero ele morto, Quinze forcas para um assassino e Pelo gosto de matar. Prezados Lo voglio morto "Eu quero ele morto" é hoje considerado uma obra-prima do western spaghetti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele se sentiu tão a vontade na Europa fazendo seus filmes que acabou casando com uma atriz que atuo também e Espaghetti, a Tereza Gimpera com quem se casou e ficou com ela a vida toda na Espanha.
      Gosta dele também. Seus filmes eram diferentes.

      Excluir
  7. Craig Hill era uma mistura de Terence Hill e Clint Eastwood. Tinha o cinismo do primeiro e o jeito misterioso e lacônico do segundo.

    ResponderExcluir
  8. Craig Hill was oftern overlooked when we think of Euro-western stars but he made some great films. Maybe not on the level of Clint or Lee he was still a very good actor. RIP Craig.

    ResponderExcluir
  9. he was a great movie star, and very beautiful

    ResponderExcluir
  10. Realmente Tita Carvalho!
    Grato por seu comentário.

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: