Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

22 dezembro 2011

Simone Blondell "Simonetta Vitelli" Entrevista Exclusiva Brasil 2011 Homenagem

Após aproximadamente um mês de trabalho pra resumir e compactar dezenas de questões que chegaram até mim, finalmente a participação de mais uma grande estrela do Western Espaghetti neste humilde espaço dedicado a estes astros e estrelas e confesso que nunca imaginaria um dia conseguir esse feito, sabendo-se que foram décadas assistindo a seus filmes e como a tantos outros fãs sempre achei impossível em saber notícias desta grande atriz e grande mulher, e acreditei que seria muito difícil mas não impossível.
E ai está, a sempre e maravilhosa Simonetta Vitelli ou Simone Blondell como ficou conhecida no cinema mundial e têm em sua carreira cinematográfica, dezessete filmes, trabalhos para a TV e possui também trabalhos como Assistente de Produção, Assistente de Designer e Editora em cinco outros filmes.
Em uma breve conversa, Simone havia falado anteriormente que seu primeiro trabalho com seu pai o diretor Demofilo Fidani havia sido em 1968 em “Prega Dio...e Escavati tua Fossa” (Sua Arma era o Colt - Brasil) mas descobri seu nome creditado anteriormente em 1967 em “Straniero...Fatti il Segno della Croce!”
(Gringo reza para Morrer - Brasil), este com uma pequena participação ainda menina no papel da filha de um rancheiro chamado Sullivan assassinado por bandidos.
Estes dois filmes seriam eternamente cultuado pelos seus fãs apesar de suas pequenas aparições que começava sua carreira dentro deste seguimento.

Viveu em meio a uma família de cineastas, pois sua mãe Mila Vitelli Valenza era escritora, produtora, diretora de figurino e trajes, diretora de arte, set decoradora, enfim trabalhou em 43 produções inclusive com outros diretores.
Podemos ver nos créditos dos filmes de Fidani o nome Mila Vitelli Valenza, às vezes sob pseudônimo de Maria Rosa Valenza, Mila Valenza, Mila Vitelli, Mila Vance, Mila, Milose.

Fidani também usou muitos outros pseudônimos em seus créditos como. Enzo Matassi, Lucky Dickinson, L. Dickson, Miles Deem, Sean O´Neal e Demophilus McFidan e usava isto como truque de marketing.
As atuações de Simone Blondell nos westerns foram importantes para o sucesso dos filmes de Fidani que com pouquíssimo orçamento conseguiu bons resultados no cinema italiano.
Sempre com aparência melancólica, sofrida e desprotegida em meio às injustiças e rebeldia dos bandidos mal- feitores no oeste selvagem e esta imagem ficaria para sempre na memória de seus fãs.
Foi peça central de muitos roteiros que fariam de seu personagem o motivo de justiça e vingança de seus amados justiceiros nos quais ela muitas vezes acabava nos braços deles em um final feliz.
Muitos foram os atores conhecidos com que trabalhou nos westerns como Jeff Cameron, Fabio Testi, Robert Woods, Charles Southwood, Hunt Powers, Gordon Mitchell, Franco Borelli (Chet Davis) Dino Strano (Dean Stratford), Klaus Kinski, Anthony Steffen, Riccardo Garrone e tantos outros.
Uma carreira de atuação nada fácil, pois as atrizes nos Westerns sofriam muito em meio ao cenário no deserto árido e esse é mais um motivo por ter um infindável número de fãs admiradores pelo mundo.
Simonetta Vitelli agora como é conhecida, nunca revelou muito de sua intimidade e privacidade ao longo de toda sua carreira, mas agora está mostrando todo o seu carinho e respeito com seus fãs nos vários cantos do mundo e muitos estão ansiosos e curiosos em ver suas perguntas respondidas realizando assim após tantos anos os seus desejos.

As perguntas foram criteriosamente selecionadas e compactadas, pois foram dezenas delas de várias partes do mundo e regiões do Brasil e ficaria impossível de responder a todas. Algumas perguntas são polêmicas, curiosas, reveladoras e importantes. Será mais uma página escrita para ficar para a história do cinema. É uma oportunidade única em ter essas informações desta grande e imortalizada atriz. É uma honra e privilégio para mim e para todos os participantes desta entrevista e seus cultuados seguidores.
Nesta entrevista acontece também pela primeira vez um encontro histórico que consegui sem muito esforço de outra lenda do Western, Nicoletta Machiavelli fazendo perguntas para Simonetta que também revelou a sua terra natal e sua data de nascimento em primeira mão para o Brasil. Estas duas maravilhosas e carinhosas atrizes estão aqui com muito carinho e respeito por todos que as adoram.
Também sobre a entrevista temos comentário e mensagem de Hunt Powers (Jack Betts) e Robert Woods à Simonetta Vitelli.
Um grande presente de Fim de Ano que presto aqui para todos os fãs do Brasil e do Mundo.

Vamos então a nossa Entrevista e Homenagem Especial:

Meu nome é Eldar , Almaty, Kazakhstan, “conhecido como Eda-88” (arhbclan@gmail.com), 23 anos e minhas perguntas são:
O que fez o Sr. Demofilo Fidani no tempo do fascismo? Ele foi membro do partido fascista?
Simone Blondell: Não, ele não fez parte do Partido Fascista, e não teve envolvimento a este movimento.

Será que ele tinha simpatia por alguma doutrina política?
Simone Blondell: Demofilo esteve entre os primeiros a carregar a bandeira do Partido Comunista.

Dizem que Demofilo Fidani também era famoso por gostar de esoterismo?
É verdade? Que doutrina metafísica ou algo parecido ele gostava ou tinha preferencia?
Simone Blondell: Sim, é verdade. Ele era um grande médium e também escreveu três livros sobre parapsicologia.

O seu pai fez de Jeff Cameron (Gioffredo Scarciofolo) uma estrela.
Quem foi este homem? O que seu pai sabia sobre ele? O que ele fez também exceto filmes?
Simone Blondell: O ator Jeff Cameron (Goffredo “Nino” Scarciofolo) foi um homem simples e sua profissão era a de açougueiro.
Demofilo ficou muito satisfeito em poder transformá-lo em um ator de destaque no cinema italiano da época.


Meu nome é Rustam, (Moscow - Russian Federation) 26 anos
Para o seu pai, os tiroteios nos filmes e sua profissão de diretor de cinema era apenas trabalho ou um caminho da auto-expressão na esfera da arte?
Simone Blondell: Rustam (Moscow), Quando ele estava começando seu trabalho no cinema ele teve muita influencia e inspiração de suas belas pinturas de arte.

Será que o Sr. Fidani tinha algum animal doméstico?
Simone Blondell: Ele tinha um pássaro "Thieving Magpie" e cães lobo (Rusky Siberiano).

Quanto dinheiro receberam os atores principais Jeff Cameron, Dino Strano e Klaus Kinski? E quanto ganhou o Sr. Fidani pelos seus filmes?
Simone blondell: Lamento Não sei.

Como o público e a crítica aceitaram os seus filmes?
Simone Blondell: Como em todos houveram críticas negativas e positivas mas sempre vendia seu trabalho muito bem.

Meu nome é Alexey – (Voronezh - Russian Federation) – meu site: (http://susperia.narod.ru/)
Na sua opinião, qual foi o melhor filme de Demofilo Fidani?

Simone Blondell: Eu não sou capaz de julgar, porque para mim cada filme é uma memoria, uma lembrança diferente e todos tiveram o seu significado.

Ele produziu filmes pornô?
Simone Blondell: Não, mesmo quando teve que executar cenas muito eróticas Aristide Massaccesi (Joe D´amato) fazia esta parte.

Quais os diretores italianos que você acha mais interessante? O que o seu pai pensava sobre eles? Quais diretores ele gostava?
Simone Blondell: Há muitos cineastas jovens e talentosos hoje, um dos meus favoritos é Paolo Virzi. Demofilo Fidani amou Visconti, Frederio Fellini e Sergio Leone.

Você poderia comentar quais os problemas mais importantes que você vê hoje na Itália moderna?
Simone Blondell: A Itália de hoje é cheia de problemas, estamos todos esperando algumas mudanças. Hoje o mundo todo tem confusão e problemas de todos os lados.

Meu nome é Le Marc - Brasil e meu site (http://www.sarrabulhadacult.blogspot.com/) e minhas perguntas são:
Você assistiu aos filmes do seu pai? Qual a sua opinião sobre eles em geral? E quais são os melhores que ficaram em sua memória?

Simone Blondell: Sim, eu vi todos os seus filmes mas não posso julgá-los. Bons ou ruins para mim são coisas de coração.

Quais dos atores e atrizes que trabalharam com você que você mais gostou?
Você também trabalhou com Klaus Kinski em "Per una bara Piena di dollari" (Por um Caixão Cheio de Dólares - Brasil) e em “Giù la testa...Hombre” (Minnesota...Caçado vivo ou morto – Brasil) ambos de 1971 e neste último você inclusive trabalhou como Assistente de Produção; Klaus Kinski era conhecido por seu caráter ingovernável. Você pode dizer se seu pai, o diretor Demofilo Fidani teve algum problema em trabalhar com ele?

Simone blondell: Meus atores favoritos são Hunt Powers (Jack Betts), Robert Woods os quais ainda mantenho contato frequente e sempre gostei do ator Gordon Mitchell que apesar da cara de homem mau era uma pessoa maravilhosa. O relacionamento entre Klaus Kinski e Fidani é de respeitabilidade recíproca, eram profissionais e se houvesse alguma divergência tudo terminava ao final de cada cena. Com outros atores sempre estabeleceu uma bela e mais longa amizade.


Sou Analy Sanches – São Paulo – Brasil - sou publicitária e meu site é (http://criacaoeartepublicidade.blogspot.com/). Minhas curiosidades são:
Você gostava de trabalhar nos Espaghetti Westerns ou você preferia fazer filmes de outros gêneros?

Simone blondell: Eu realmente gostei em fazer todos os Westerns. Cada um deles foi um prazer.

Você chegou a participar de atividades espirituais de seu pai? Ele era um médium? Você poderia nos dizer algo sobre essa parte de suas atividades?

Simone Blondell: Sim, participei de algumas "reuniões" e foi uma experiência fantástica. Como já disse Demofilo foi um grande medium. Seus três livros eram sobre a Parapsicologia e ajudou a todos que precisavam "conhecer", e tudo o que ele fez foi sem dinheiro.


Edelzio Sanches, 52 anos, Atibaia - São Paulo – Brasil – Redator e Editor (bangbangitaliana.blogspot.com)
Em WDjango! De 1971 Você atuou no personagem “Inez” e neste filme Haviam os brasileiros, Anthony Steffen no personagem “Django” e Esmeralda Barros no personagem “Lola” além de Stelio Candelli, Glauco Onorato, Chris Avran. Em uma cena inicial da chegada de Django na cidade quando ele está no balcão do saloon é engraçado ele olhando um quadro de uma mulher nua e olhando pra você repetidamente.
Você teve algum contato pessoal com eles. Chegou a conhecê-los.

Simone blondell: Eu era muito amiga de Anthony Steffen (Antonio de Teffé) Sinto muito que ele tenha morrido "sozinho" e distante. Tinhamos contato por e-mail.
Haviam outros brasileiros mas não tive contato.


É verdade que seu pseudônimo foi criado inspirado por seu pai na atriz americana Joan Blondell?

Simone Blondell: Sim é verdade, ele disse que eu a lembrava muito.

Como era sua mãe, a sra. Milla Vitelli Valenza?
como ela conseguia conciliar o cinema e família.
O que ela achava de seu trabalho

Simone Blondell: Mila foi uma mulher extraordinária, uma artista cheia de talentos e uma maravilhosa mãe, livre, moderna e doce.
Ela adorava o seu trabalho, e ela trabalhou com o meu pai Demofilo Fidani até o fim.
Infelizmente ela foi embora muito cedo, mas a sua luz brilhará para sempre nos corações de quem a conheceu.


Qual foi a realação de amizade entre Fidani e Coriolano Gori, o maestro regente preferido para as canções de seus filmes Westerns?

Simone Blondell: Demofilo e Coriolano Gori eram amigos muito próximos. Demofilo confiou completamente seu trabalho a este grande maestro.
Gori era livre para expressar seu talento aos temas musicais de cada filme.


Nesta foto estão Mila Vitelli Valenza, Demofilo Fidani e outra mulher elegantemente vestidos. Sabe quem é esta mulher e a ocasião em que foi registrada.

Simone Blondell: Acredito que eles estavam indo para uma festa, desculpe, mas eu não me lembro o nome da mulher ou maiores detalhes sobre ela, mas eu sempre amei essa foto.


Em 1973 você chegou a ter o pseudônimo de Mariangela Matania no filme “La legge della camorra”[Mafia Killer - USA], um "Criminal" com Reza Beyk Imanuverdi e Dino strano (Dean Stratford) Porque?
Simone Blondell: Houve um erro de interpretação na impressão dos créditos. Matania/Donna Carolina, deveriam ser os nomes dos meus personagens e não o nome de atriz, mas já era tarde demais para mudar os títulos, pois teriam que mudar todo o original e refazer tudo, então acharam melhor deixar a edição final desta forma. Naquela época havia dessas coisas.

Em “El Zorro Justiciero” de 1969 você fez a personagem “Perla Domingues” ao lado de Fabio Testi, Riccardo Garrone, Frank Branã, Piero Lulli sob a direção de Rafael Romero Marchant. Como foi trabalhar com este diretor. Existe uma cena em que você está dentro de uma cabana em chamas, como foi esta experiência?

Simone blondell: Rafael Romeo Marchant, uma excelente pessoa, achei muito bom diretor espanhol e tenho lembranças maravilhosas do filme e da Espanha.
Dentro da cabana foi divertido. Embora em um momento eu tive medo de não ser capaz de sair a tempo do fogo.


Não existe em local algum na mídia o registro de sua naturalidade e idade, você poderia revelar aos fãs?

Simone Blondell: Posso dizer tudo, não tenho problemas. Eu nasci em Roma em 16 de Junho de 1950.

Como foi a experiência em trabalhar em 1974 no filme de horror [Terror! Il castello delle donne maledette] no papel de “Maria Frankenstein” com o Director Dick Randall e atores como Edmund Purdom e Gordon Mitchell que se tornou um grande Cult mundial do cinema fantástico?

Simone Blondell: Ela foi uma experiência diferente e interessante, um pouco longe da minha verdadeira natureza. Eu sempre preferi a Luz!

Como se sentiu no thriller erótico romance de 1972 [A.A.A. Massaggiatrice bella presenza offresi...] no papel de “Paola” nas cenas de nudêz com Jerry Colman e Paola Senatore?

Simone Blondell: Honestamente eu não fiz muitas cenas de nudez, e eu acho que houve alguma confusão porque a maioria daquelas cenas foram feitas por Paola Senatore, que tinha muita semelhança comigo mas de qualquer maneira foi uma agradável experiência.

Meu nome é Clovis Arruda, 53 anos, Chavantes – São Paulo – Brasil. Meu site é (http://www.sospaghettiwestern.com/).
Um apaixonado por spaghetti western e também por Simone Blondell. Linda até hoje e ela faz parte da minha paixão e o meu site é testemunha.

Como se sentia atuando nos Espahetti Westerns, filmes em que na maioria das vezes você era barbarizada e sofria muito nas mãos daqueles bandidos violentos em meio a tanta lutas, brigas e confusões?

Simone Blondell: Foi tudo muito divertido. Eu gostava de estar no meio daqueles socos e pontapés que parecia ser tudo muito real e os dublês faziam um show. Era só encenação.

Você pensa em deixar uma biografia ou algo deste tipo para os fãs?

Simone Blondell: Seria bom. Vou pensar sobre isso.

Alô Simonetta, meu nome é Emanuel Neto de Portugal e meu site é (http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com/).

Tendo em conta todos os filmes que fez com Demofilo Fidani e ter tido contato direto com bons atores, gostaria de saber a sua opinião pessoal sobre os atores Klaus Kinski, Jeff Cameron, Hunt Powers, Gordon Mitchell e Ettore Manni.

Simone Blondell: Só me lembro que todas estas pessoas eram grandes profissionais. Muito bom, fico feliz em que você tenha mencionado Ettore Manni, um bom ator e um grande amigo da família.

Meu nome é Aprigio de Oliveira – Feira de Santana – Velha Bahia - Brasil (aprigiohistoria@yahoo.com.br) Estudioso e Historiador de Cinema no Brasil e um grande fã e é lamentável que tenha parado muito cedo de filmar.
Em primeiro lugar eu queria dizer que o Demófilo caprichou. Que linda filha e atriz é Simone Blondell.

Minha pergunta: Foi fácil ou mais complicado trabalhar com o seu pai?

Simone Blondell: Aprígio de Oliveia, obrigado pelo elogio.
Sim, foi fácil trabalhar com meu pai.


O que você pensa dos filmes realizados pelo seu pai?

Simone Blondell: Sobre os filmes, como já mencionei, eu não posso julgá-los, eles são parte de um período bonito da minha vida.

Você pode comentar o que você pensa sobre o panorama do cinema italiano hoje?

Simone Blondell: É muito difícil falar de cinema italiano no momento, posso dizer que está cheio de jovens talentos, mas nem sempre eles têm a oportunidade de se expressar.

Os fãs poderiam esperar um retorno seu ao cinema algum dia?

Simnoe Blondell: Hoje há alguma crise na indústria cinematográfica, há muitos bons jovens diretores e atores, eu espero que ela venha a se recuperar em breve.
Quanto ao meu retorno...Você nunca sabe.


Meu nome é Marcos Maurício Lima - Minas Gerais – Brasil – Colecionador e Analista de Cinema no Brasil. (mlmlmarcoslima@gmail.com)
Você sente falta das filmagens em sua terra natal a Itália?

Simone Blondell: A maior parte dos filmes onde filmamos foram na Itália, e nós encontravamos localizações bonitas, a nossa natureza é cheia de lugares secretos e incrivelmente selvagens e lindos.

Sente falta dos artistas com quem ela contracenou?

Simone Blondell: É claro! Foi um momento especial de minha vida, boas vibrações e energia, mas sempre feliz com todos aqueles artistas ao meu lado.

Você viveu na América?
Simone Blondell: Estive em muitas vezes na América, mas eu nunca vivi lá. Eu amo New York.

Seu marido é americano?

Simone Blondell: Meu ex-marido era um produtor italiano, Paolo Lucidi e nós temos dois filhos bonitos, Francesca e Lorenzo.

Você pode dizer se é casada agora? Você pode dizer com quem é o seu relacionamento?

Simone Blondell: A cinco anos que eu estou noiva de um homem maravilhoso, um advogado brilhante, com uma alma muito especial, eu me considero muito sortuda. Eu mantenho o resto para mim!

Simone um beijo no coração.

Simone Blondell: Obrigado Marcos e beijos pra você também

Meu nome é Paulo e moro em Patrocínio - Minas Gerais – Brasil. Sou proprietário de uma Vídeo-Locadora e redator do site (www.eurowesternnobrasil.blogspot.com)
Simone Blondell, il piú belle ochi dei italian cinema!
Qual foi o legado que sua participação em inúmeros westerns italianos, lhe deixou em sua carreira de atriz?

Simone Blondell: Obrigado pelo elogio querido Paulo. Todos as experiências que tive nestes filmes me deixou uma grande sensação de liberdade e um espírito selvagem que ajudou-me a superar as "aventuras" da minha vida.

Como foi conviver naqueles estúdios poeirentos de filmagens em Cinecittà e Tirrenia em que foram filmados vários Clássicos Cults como em 1967 Straniero... fatti il segno della croce! (Gringo Reza para Morrer – Brasil), 1968 Prega Dio... e scavati la fossa (Sua arma era o Colt – Brasil), 1969 ...e vennero in quattro per uccidere Sartana! (Os Quatro Assassinos para Sartana- Brasil), 1973 Amico mio, frega tu... che frego io! (No Rastro do ouro Maldito – Brasil) e tantos outros.

Simone Blondell: Eu era jovem e cada um deles tinha uma história nova para viver e aprender. Cada um deles era uma nova emoção.



PARTIIPAÇÕES ESPECIAIS

Nicoletta Machiavelli – Seatlle – USA – Perguntas para Simone( SImonetta)
Simonetta Olá! temos um amigo em comum, Edelzio!

Eu sou uma ex-atriz de Westerns e queria saber de você:
Você sentia com a a experiência, excitação e entusiasmo, alguma transformação quando participava do Western?

Simone Blondell: Edelzio é fantástico,
É uma honra para mim responder a uma grande e bela atriz como Nicoletta.
Eu realmente gostei de tudo "era tudo muito lindo e divertido”, onde uma das minhas maiores alegrias era a de ser capaz de andar à cavalo em meio a tudo aquilo e sempre me sentir "em minha casa".

Que experiência você pode recordar com maior prazer no set de um filme de faroeste?

Simone Blondell: Em cada set de filmagem, haviam todos os tipos de homens (atores, acrobatas, artesãos), eu me sentia como uma rainha.
Uma memória especial no meu coração foi ter conhecido Gordon Mitchell e num dia de trabalho durante uma pausa, eu li a sua mão, e todas aquelas coisas que tinha acabado de ler se tornaram realidade.


Você teve sua parcela de contribuição representando as mulheres nos Filmes Westerns com muito louvor assim como eu. Eu tenho mencionado como somos diferentes, hoje, como mulheres não?
Espero não ter feito perguntas muito pessoais e espero um dia conhecê-la pessoalmente!
Um abraço, até breve de sua amiga Nicoletta Machiavelli.

Simone Blondell: Eu me cansei de ser seduzida, mas eu não tinha muita escolha. Tinhamos que ser seduzidas no saloon, pois os protagonistas absolutos eram homens !
Hoje tudo é diferente. (Felizmente)
Cara Nicoletta...Espero também conhecê-la, seria ótimo, eu te admiro muito!
Um grande abraço...Simonetta Vitelli




COMENTÁRIO ESPEIAL DE HUNT POWERS

Simonetta Vitelli, trabalhei em alguns filmes em Roma, dirigido por seu pai, o maravilhoso Demofilo Fidani.
Eu mantenho contato recentemente que é conhecida agora como Simonetta Vitelli.
Durante minha estadia em Roma por seis anos eu era conhecido como Hunt Powers e hoje Jack Betts.
Tenho recebido vários e-mails do Brasil, um país que eu sempre quis visitar e sempre apreciei e sei que ainda há muitos fãs brasileiros do faroeste italiano.
Parabéns Simone
Jack Betts (Hunt Powers) California - USA


COMENTÁRIO ESPECIAL DE ROBERT WOODS

Simone Blondell, eu realmente gostei muito de sua mãe.
Simone... Mila Vitelli foi o poder por trás de Demofilo, que também, apesar de um pouco desconfiado, era um amigo com boas intenções...Diria a você que seu começo como atriz no Western Espaghetti, com sua sensibilidade, tenho certeza que você tomou novas alturas, mas os bons velhos tempos como foram não parecem estar tão longe de você...Você ainda é encantadora, cheia de amor e vida...
Grande amiga...Parabéns
Robert Woods (Bob Woods) California - USA



Com tudo isso que aconteceu em sua vida, o que você gostaria de dizer aos fãs do Brasil e do mundo que acompanharam sua carreira por tanto tempo e não a abandonaram-na mesmo durante algum tempo no anonimato e estão ansiosos relembrando sua imagem e lendo agora estas suas palavras ?
Particularmente eu sinto em seus comentários que você está renascendo e isso é muito gratificante.
Agradecemos de coração sua participação neste espaço dedicado exclusivamente a vocês atores e atrizes que ficarão para sempre em nossas memórias e um agradecimento em especial por nos ceder também gentilmente fotos de seu arquivo pessoal inéditas para divulgação aos fãs.
Saúde, Paz e muitas felicidades.
Edelzio Sanches

Simone Blondell: Primeiro de tudo quero agradecer a todos vocês, por todo o calor, o amor e o interesse mostrado por mim até agora.
Viver é sempre renascer e quem sabe talvez um dia eu possa ir ao Brasil no meu cavalo branco!
Buon Natale
Simonetta Vitelli


Observação: Todos os comentários dos leitores serão respeitosamente bem vindos e encaminhados ao conhecimento da atriz.
Grato
Edelzio Sanches

21 comentários:

  1. Comentário via E-mail de Robert Woods - California - USA

    Merry Christmas, Edelzio... Your tribute to Simone is wonderful...
    I love the music... An exemplary job of embodying a career, as usual...
    All The Best,

    Bob (Pecos - Gregor Mac Gregor)

    ResponderExcluir
  2. Thanks Edelzio for posting this interview. Although Demofilo Fidani his wife and Simone made many western films in the 1960s and '70s there is little published on their personal lives. It was a great treat to find out information on all of theme. I am friends with Simonetta on Facebook and some of the things she mentions in your interview are the same she has told me. Again thanks for getting this very informative and interesting interview. Simonetta is as beautiful as she's ever been and it's nice to see she's just as beautiful a person.

    ResponderExcluir
  3. Tradução em português do comentário de Tom B. - Anaheim, California - USA

    Obrigado Edelzio por postar esta entrevista. Embora Demofilo Fidani, sua esposa e Simone tenham feitos muitos filmes Westerns nas décadas de 1960 e 70 há pouca informação publicada sobre suas vidas pessoais.
    É uma grande festa para nós descobrirmos informações sobre todos os temas a seu respeito.
    Eu sou amigo de Simonetta no Facebook e algumas das coisas que ela menciona em sua entrevista são as mesmas que ela me disse. Mais uma vez obrigado por começar estas entrevistas muito informativas e interessantes.
    Simonetta é tão bonita quanto ela sempre foi e é bom ver que ela é também uma bela pessoa.

    http://westernsallitaliana.blogspot.com/
    Tom B.

    ResponderExcluir
  4. Comentário de Simone Blondell via E-mail.

    Grazieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee....
    kissssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Meu amigo Eldar de Almaty, Kazakhstão, agradeço sua participação e vejo que ela respondeu a suas perguntas.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Comentário do amigo Takao Inoue - Japão

    Edelzio, GRANDE TRABALHO! É uma entrevista muito interessante.
    Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

    http://plaza.rakuten.co.jp/alleluj

    Alleluja (Takao Inoue)

    ResponderExcluir
  7. Espetacular, Edelzio!

    Realmente este presente de Natal que você proporcionou aos fãs do eurowestern de todo o mundo é inesquecível. É para qualquer cinéfilo uma grande honra e emoção poder falar, ouvir, conhecer mais de perto aqueles que, de algum modo, fazem parte de suas vidas. Você conseguiu reunir aqui grandes artistas que admiramos e com quem nos habituamos a conviver, através do cinema. Gostaria de agradecer à Simone pelo carinho dispensado a todos que admiram seu trabalho e o de Demófilo Fidani, e claro a você, Edelzio, um cara de rara sensibilidade e um dos maiores conhecedores do western de origem europeia, entre outros gêneros, além de sua companheira inseparável, a música.
    Abraço ainda a todos que participaram desta entrevista, em especial ao Robert Woods, Hunt Powers, e a também inesquecível e sempre linda Nicoletta Machiavelli.


    LeMarc

    ResponderExcluir
  8. Comentário de Emanuel Neto - Portugal


    Amigo Edelzio, eis o meu comentário para colocares na entrevista com Simone Blondell:

    "Ótima entrevista que revela muitos pormenores interessantes e curiosidades desconhecidas do público até agora! A ideia de juntar comentários especiais de Hunt Powers e Robert Woods foi excelente!
    Mais uma vez, o amigo Edelzio voltou a brilhar."

    Parabéns e um abraço!
    http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com/

    Emanuel Neto

    ResponderExcluir
  9. Mensagem Via E-mail: Linda Anselmo - Roma - Itália
    Só para os fãs de Simone Blondell morrerem de inveja...
    Hei! Me chamo Linda Anselmo sou brasileira e moro a mais de vinte anos na Italia e è com grande surpresa que descubro que a minha linda vizinha tem um fã clube tão grande no Brasil e sou muito feliz por Simonetta que tem a oportunidade de constatar quanto è carinhoso e fiel o seu publico brasileiro; da parte minha? vou continuar a curtir a minha “bella” vizinha e garanto para vocês que Simonetta Vitelli è uma mulher Lindíssima, sempre elegante, gentil, chiquérrima e o mais importante uma pessoa respeitosa, alegre, sensível e sorridente... mas para mim è e será sempre Simon a minha querida vizinha.
    a todos um feliz 2012
    Linda Anselmo

    ResponderExcluir
  10. Thanks for the interview! To great regret I don't know Portuguese but I'll try to use Google translator to read it.

    Best wishes!
    And Happy New Year!

    ResponderExcluir
  11. Ótima entrevista. Nunca vi nada dessa atriz. Ela é muito bela!

    Cumprimentos cinéfilos e Feliz 2012!

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  12. Um sonho de muitos cinéfilos fãs do Espaghetti Western do mundo inteiro ra justamente saber um pouco mais desta atriz com pouca inforrmação
    de sua carreira e agora aqui tivemos a oportunidade de conhê-la melhor e pela primeira vez ela conversou com Nicolleta Machiavelli atraves do blog.
    Realmente é uma façanha incrível para os fãs.
    Duas mulheres fantásticas que fizeram história neste seguimento encontram-se pela primeira vez em uma conversa entre elas.
    Fiquei super realizado com a proeza.
    Valeu

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pelo blog também.

    Seu conhecimento sobre o chamado Western Spaghetti é ótimo.

    Sempre que puder passarei por aqui.

    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Valeu pela participação amigo hugo do
    http://cinema-filmeseseriados.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. O legal de tudo isso é que ela vem acompanhando os comentários que aqui ficam registrados.

    ResponderExcluir
  16. Bela dona, com seu rosto bonitinho e maravilhosa, achei interessante que ela não fez distinção dos filmes do seu pai, que cada um teve seu significado e ficou na memória, e foram feitos de coração e amor a profissão.

    Luiz Carvalho.

    ResponderExcluir
  17. Outra grande atriz muito simpática e que merece seu lugar na história do cinema europeu.

    ResponderExcluir
  18. O que tinha para dizer todos aqui já contemplaram. Todos deram sua contribuição inestimável ao cinema italiano e por extensão ao europeu. Bravíssimo Simone Blondell, Robert Woods e Hunt Powers.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos nós fãs ficamos felizes em saber que após aproximadamente 48 anos de seus filmes terem feito sucesso no mundo, possamos ter essa aproximação com estes atores e grandes pessoas.

      Excluir
  19. Título Original: Inginocchiati straniero… I cadaveri non fanno ombra!
    Título no Brasil: O estranho com alma de pedra / Homens mortos não fazem sombra!
    Gênero: Faroeste
    País de origem: Itália
    Tempo de Duração: 98 min
    Ano de Lançamento: 1970
    Qualidade: DVDRip
    Formato: AVI
    Áudio: Português
    Tamanho: 678 MB

    4 PARTS
    http://uploaded.net/file/epzd7qg2
    http://uploaded.net/file/jnmcu56n
    http://uploaded.net/file/1g9cy00l
    http://uploaded.net/file/unxdl8sc

    ResponderExcluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: