Portal dedicado ao Espaghetti Western

Letras-Lyrics-Song-Sung-Espaghetti Western-História-Músicas-Entrevistas-Curiosidades-Pesquisa-Opinião-Atores Brasileiros no Espaghetti Western-Atualidades-Homenagens-Resenhas-Sinópses-Subtitles-Legendas-Filmes.

21 outubro 2011

A Morte Não Conta Dólares - Letra/Lyric Inédita

A Morte Não Conta Dólares – Brasil - 1967
“Duelo Fatal – Brasil”
“La Morte Non Conta I Dollari”
“Death, At Owell Rock - USA”
“Death Does Not Count The Dollars - USA”

Música: Nora Orlandi e Robby Poitevin
Coral de Nora Orlandi
Intérprete: Raoul

“Who can be happier than me”

In such a day full of sun
With a babe in my arms
Who can be happier than me?

I dropped asleep on the grass
With a cover of stars
Who can be happier than… than me?

I’ve been walking for a long time
Seeking for a land, a green bountiful land
This is the one.

In such a day I forget all the faults that I had
I want to begin from the top
It’s never late I decide to begin from this day
Who can be happier than… than me?

[Instrumental e chord]

In such a day I forget all the faults that I had
I want to begin from the top
It’s never late I decide to begin from this day
Who can be happier than… than me?




Letra Cortesia de Emanuel Neto – Por Um Punhado de Euros Blogspot.com
Música cedida por Zé Carlos – Westernall.blogspot.com
Música Ripped Vinyl 1966 - Re-uploaded Mediafire

13 comentários:

  1. É uma das vozes mais marcantes no Espaghetti Western e tem um grande fã clube feminino também que participa deste blog e que também adoram Maurizio Graf lembra? Aquele que catava as músicas de Ringo com Giuliano Gemma.
    Este pessoal sem dúvida tem um bom gosto musical.

    ResponderExcluir
  2. Comentário Musical via E-mail de Aprígio/História

    Ok, Edelzio 'Sabata' Sanchez. Só conheço o título, mas não o filme e as músicas de "1000 dollari sul nero". Vou tentar baixar. Os outros dois eu já os conheço demais. Valeu. Sobre Simone Blondel acabei de rever "Sua arma era o colt" de seu pai Fidani que assina como Edward G. Muller,e em que ela contracena com o grande Robert Woods. Fidani é acusado de fazer filmes precários e inconsistentes. Não acho bem assim. Temos a grande presença do trompetista Michele Lacerenza já citado por você em respostas a alguns comentários. No meu dvd fizeram uma edição de algumas músicas de Moricone feitas para a trilogia de Leone, incluindo aquela que sublinhava as sequências com a personagem Maria e seu filho em Por um punhado de dólares. Essa postura não é muito apropriada porque interfere na autoria da obra ou das obras, mas às vezes como nesse caso o resultado saía bem melhor do que a edição original. As músicas de Morricone combinaram bem com o roteiro. A música de abertura se não me engano também foi mudada. A que está editada nesse meu dvd parece ser a original "Gunfight at ok Corral"de Tionkim para o filme homônimo de John Sturges de 1957. Me confirme.

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo Aprígio
    Se é uma coisa que levo muito a sério nestes filmes é a música, pois coleciono também suas trilhas sonoras e este em espeical "Sua arma era o Colt" eu tenho cópia de VHS com a música tema original do maestro Marcello Gigante.
    Realmente muitas editoras pegam estes filmes e na intenção as vezes de melhorar o audio não conseguem a musica original para substitui-la então acabam "inventando história" estragando o filme com músicas de outros filmes. Eles não entendem que estamos ligados e entendemos do assunto.
    Deveriam começar a nos cunsultar antes de fazerem estas idiotices.
    "Os 4 pistoleiros de Santa Trinità" lançado pela Spectra Nova no Brasil ficou sem a música título no prólogo do filme. Mandei E-mail pra lá mas responderam que já era tarde e lá se foram 50.000 cópias para o mercado sem a música no título.
    Se você tem o DVD ai pode conferir.
    Na postagem deste filme eu coloquei a música para download para o pessoal conhecer.
    Mas Vamo que Vamo "Brazilzão".

    ResponderExcluir
  4. Tem 3 CD´s de Espaghetti Western para Download neste blog muito bom.
    Confira
    http://soundandtrack.blogspot.com/search/label/Western

    ResponderExcluir
  5. Comentário via E-mail de Marcos Mauricio Lima - Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil

    MARAVILHA!
    Comi´n at ya!
    A trilha sonora de Carlo Savina é otima.
    no Brasil esse filme foi batizado como:"ASSALTO EM CINE DIMENSÃO".
    Foi a primeira vez que vi um filme em Terceira Dimensão. No Cinema foi gostoso de se ver. A atriz espanhola Victoria Abril ainda era virgem, creio.
    Não sei como será em DVD. Assisti em BH no dia 27 de janeiro de 1985.
    O Cine Center já mudou até de nome. Nunca mais eu vi este Western.
    Se não me falha a memória foi o primeiro Western Spaghetti Italiano em 3 D.
    Meu ator predileto Tony Anthony, usa e abusa dos dinamites.Parece foguetório de final de ano.
    Obirgado por mais esta Trilha Sonora.

    ResponderExcluir
  6. Caro Edelzio,
    Mais uma vez você esclarece tudo. Eu observei muito esse tipo de coisa, ou melhor dizendo, de adulteração no Bang Bang à italiana que passou na bandeirantes logo depois daquela fase da Globo que começou por volta de 1980.
    Não sei porque cargas d'água eles retiravam a música tema ou até mesmo a trilha inteira e editavam outras músicas de outros spaghettis.
    Isso ocorreu com "Django", com "Django Vem Para Matar" (Django Kill) e tantos outros.
    O problema não estava nas músicas em si, já que em sua grande maioria são belíssimas, mas na edição dissincronizada, colocada aqui e ali, fora do contexto e da ação.
    Às vezes nem bem começava uma e já mudava para outra, o que ocorre um pouco também com essa edição de "Minha Arma era o Colt" que eu possuo da Nepal Filmes. A sorte é que todas que foram acrescentadas são de um autor só, Morricone, o que transmite uma certa coerência e continuidade na sonoplastia. Porém em muitos casos eles faziam uma miscelânea com músicas de vários compositores.
    Eles precisam entender que existem pessoas que já assistiram e tem tudo na cabeça, por isso não passam batido, além do que estão mexendo na autoria da obra. Contudo existem pessoas como você, que é para nossa tranquilidade um grande arauto na defesa da qualidade e da coisa certa.
    Valeu amigo. Edelzio.

    ResponderExcluir
  7. Dublagem!
    Esse caso de Dublagem é muito complexa não só no Brasil, mas tenho informações de vários outros paises.
    Na época em que os estúdios de dublagem recebiam as fitas para fazerem a reposição da voz dublada sobre a original é que as fitas não ofereciam opções de duas ou mas pistas para o trabalho como é hoje em stéreo com vários canais opcionais. Era uma fita com audio mono então cortavam as falas, dublavam por cima da fala e o resto ficava o original. Os espaços vazios preenchiam com barulhos de grilos, brisa de vento etc.
    Por isso as vezes é até aceitável alguns cortes bruscos como é natural no Espaghetti Western, mas trocar a música já é idiotice mesmo.
    Mas tudo isso faz parte deste mundo apaixonante.

    ResponderExcluir
  8. Meu amigo falando em Maurizio Graf, revi(ou revivi) esses dias "Il ritorno de Ringo" e parecia que era a primeira vez que eu assistia. Um filme simplesmente lindo. Viajei na voz romântica e lírica do grande Graf.

    ResponderExcluir
  9. Muito bom, E.Sanchez! Vou linkar seu blog ao meu. Estava relendo alguns comentários antigos e veio o seu, sobre o artigo da Garbo.
    Um abç
    Dani
    www.telaprateada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Seja Bem vinda amiga
    É sempre bom a presença feminina em meio a tantos forasteiros seguidores e leitores deste humilde blog. Ficamos muito contentes em ter nossas "Ladys" que sem preconceito algum gostam de apreciar o genero Western, suas músicas, enfim, é um mundo "à parte", que continua aumentando os seus adeptos conquistando as novas gerações de cinéfilos apaixonados.
    Estperamos que continue a dar suas opiniões e sugestões para que possamos "atravessar a
    última carroça para o outro lado do rio".
    Seu blog também será divulgado pra galera conhecer o seu trabalho que por sinal é muito bom.
    Parabéns Muchacha!
    Vamo-nos

    ResponderExcluir
  11. Great transcription! The only thing I would change is "a green but different land" to "a green bountiful land". Wow, Nora Orlandi's soundtrack for this is amazing.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato por sua colaboração e correção a esta frase na letra da música.

      Excluir

Crítica, Opinião e Sugestão - Escreva Aqui: